Conmebol rejeita recurso e Corinthians joga sem torcida nesta quarta

Após a apresentação de H. A. M., de 17 anos, à Justiça, a cúpula alvinegra tinha a esperança de reverter a punição da entidade do futebol sul-americano

Comentar
Compartilhar
26 FEV 201310h47

O otimismo da diretoria do Corinthians, que queria os portões do Pacaembu abertos à sua torcida na noite desta quarta-feira (27), no jogo com o Millonarios, da Colômbia, pela Libertadores, acabou. A Conmebol rejeitou o recurso do Timão, e ainda deve anunciar a pena definitiva para o restante da competição em breve.

Agora, o clube espera o julgamento, que deve ocorrer em até 60 dias. Enquanto isso, as três partidas corintianas no estádio do Pacaembu ficam com o acesso restrito à imprensa.

Após a apresentação de H. A. M., de 17 anos, à Justiça, a cúpula alvinegra tinha a esperança de reverter a punição da entidade máxima do futebol sul-americano, aplicada depois do episódio da última quarta-feira, quando Kevin Spada, de 14 anos, morreu ao ser atingido por um sinalizador corintiano.

As próximas três partidas do Corinthians pela Libertadores, será com os portões fechados e arquibancadas vazias (Foto: Marcelo Ferrelli/ Gazeta Press)

Comunicado oficial

A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista, no intuito de defender os direitos dos torcedores, principalmente aqueles que já adquiriram os ingressos de forma antecipada, tentou todos os recursos jurídicos para reformar a medida cautelar imposta ao clube pela Conmebol na última quinta-feira.

Como o pedido de reforma foi negado, o Corinthians acata a decisão da entidade sul-americana e mandará as partidas da Copa Libertadores com os portões fechados até o julgamento, que deverá ocorrer no prazo de 60 dias.

Os torcedores que adquiriram ingressos poderão usar os valores como crédito no programa Fiel Torcedor ou pedir o ressarcimento do dinheiro. No entanto, como o volume de recursos e número de torcedores afetados é muito grande, nem todos poderão ser atendidos nas primeiras horas. Por isso contamos com a paciência dos afetados pelos cancelamentos.

Por fim, pedimos ao torcedor que evite ir às imediações do estádio do Pacaembu durante o período em que a punição valer. Tenha certeza que a camisa corinthiana será, como sempre, honrada, com muito suor e determinação.