Conmebol adia para quinta-feira julgamento do caso Kevin

A reunião não aconteceu porque um dos membros do Tribunal Disciplinar da Conmebol não pôde participar

Comentar
Compartilhar
06 MAR 201319h52

O julgamento do caso Kevin Beltrán – boliviano de 14 anos que morreu atingido por um sinalizador no empate de seu San José com o Corinthians, em Oruro, em 20 de fevereiro – foi adiado para quinta-feira.

A reunião que decidiria as punições esportivas relativas ao incidente estava agendada para esta quarta, mas não aconteceu porque um dos membros do Tribunal Disciplinar da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) não pôde participar.

Pelas informações passadas aos dirigentes do Timão, que aguardavam notícias no México, onde a equipe enfrenta o Tijuana, o julgamento ficou para as 15 horas (de Brasília) de quinta. As sanções serão debatidas e definidas em um encontro na sede da Conmebol, no Paraguai, com portas fechadas.

O jovem de 14 anos que morreu atingido por um sinalizador (Foto: Divulgação)