Como é ser mulher e skatista

Skatista e influenciadora Fernanda Creazzo fala sobre como as mulheres tem despontado e conquistado espaços relevantes em um mundo predominantemente masculino

Comentar
Compartilhar
28 NOV 2018Por Da Reportagem16h20
Skatista e influenciadora Fernanda Creazzo fala sobre como as mulheres tem despontado e conquistado espaços relevantes em um mundo predominantemente masculinoSkatista e influenciadora Fernanda Creazzo fala sobre como as mulheres tem despontado e conquistado espaços relevantes em um mundo predominantemente masculinoFoto: MF Press Global

Depois dos resultados do Oi Stu Open as mulheres estão conquistando o Mundo. Sonhos estão sendo realizados e as mulheres dentro do skate estão mostrando que tem nível, força, garra e superação, conquistando espaço em um mundo que era predominantemente masculino.

Dentre os expoentes femininos do esporte, está a skatista e influenciadora digital Fernanda Creazzo. Conhecida no meio dos skatistas como "Mafê", a ruiva tem feito do esporte e de suas realizações um modo de realizar ações de justiça social, de empoderamento e de inclusão: "é importante conquistarmos espaços e termos mais lugar de fala numa sociedade tão machista. Sou grata a todos os movimentos feministas que desafiaram o mundo público, que lutaram pelas suas propostas, pois tudo o que temos hoje como mulher e cidadãs são em resposta à luta que viemos enfrentando após anos e atribuindo as gerações".

Fernanda comenta sobre como as mulheres tem conquistado cada vez mais seu espaço e do sentimento que isso lhe traz: "Todas nós defendemos às causas que nos dão direito a liberdade de expressão, contra a violência doméstica, abuso e assédio sexual e a liberdade, e levantamos essa bandeira com nossas conquistas no esporte. Ver a Rayssa Leal dividir o pódio com Letícia Bufoni e Pamela Rosa foi emocionante. A gente que vê a trajetória dessa minas que lutam desde pequena pra chegarem aonde estão chegando, é muito envolvente assisti-las e ao mesmo tempo motivador, porque cada uma tem uma história e eu participei de algumas dessas histórias, de perto e de longe". 

A influenciadora afirma que muitas mulheres tem buscado a prática desportiva graças ao exemplo de mulheres pioneiras: "Muitas mulheres me procuram pra andar de skate. Eu sou de um grupo de mulheres que anda de skate na Ladeira do Museu do Ipiranga e no parque do Ibirapuera. Instruo mulheres que estão começando no skate e as meninas do meu grupo orientam as que já andam e querem melhorar sua performance nas manobras para campeonatos. É muito positivo ser uma inspiração e uma mentora para as que se aproximam". 

As mulheres vem conquistando espaço, e isso na opinião de Fernanda Creazzo é apenas o começo: "As Crew entre mulheres vem crescendo e vejo todas se apoiando e incentivando umas às outras à prática do esporte com eventos sociais e clínicas de skate. É apenas o começo", conclui.