X
Esportes

Comitiva japonesa de judô visita o Museu Pelé

objetivo principal da visita é difundir o projeto de judô nas escolas públicas do Brasil, com um olhar na questão pedagógica e não no alto rendimento, conforme explicou Rafael Borges, do IK do Brasil.

O Japão assinou, em junho de 2017, acordo bilateral com o Brasil para intercâmbio de professores da arte marcial, com vistas ao aperfeiçoamento técnico. / Divulgação/Assessoria de Imprensa

O Museu Pelé foi o equipamento escolhido para visitação, na única tarde livre da delegação oficial de judô do Japão, que nesta sexta-feira (9) pela manhã esteve em Praia Grande, em missão governamental. A convite da representação brasileira do Instituto Kondokan (IK), Hirotaka Okada e Hiroya Igarashi, professores da Universidade de Tsukuba, e Kiichi Watanabe, da Sport for Tomorrow, programa do governo japonês, chegaram ao Brasil na última terça-feira (6).

O objetivo principal da visita é difundir o projeto de judô nas escolas públicas do Brasil, com um olhar na questão pedagógica e não no alto rendimento, conforme explicou Rafael Borges, do IK do Brasil. Sede dos jogos olímpicos de 2020, o Japão assinou, em junho de 2017, acordo bilateral com o Brasil para intercâmbio de professores da arte marcial, com vistas ao aperfeiçoamento técnico.

No semestre passado, profissionais brasileiros permaneceram um mês no Japão com a missão de compartilhar as experiências com outros instrutores e, agora, o País recebe o grupo estrangeiro para capacitação técnica. Eles viajaram graças a suporte oferecido pela unidade brasileira do IK e do Consulado do Japão.

O grupo, que retorna na próxima terça-feira (13) ao Japão, já realizou atividades com professores de São José dos Campos, Mogi das Cruzes -  cidade considerada um dos principais nascedouros do judô no Estado - e Praia Grande. Neste sábado, haverá workshop em São Paulo e, no domingo, a comitiva irá à cidade paulista de Bastos.

PERSONALIDADE - Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Barcelona (1992), bicampeão mundial em 1987 e 1991, Hirotaka Okada nasceu em 1967 na região central do Japão. Ele também venceu os Jogos da Ásia de Pequim (1990) e o Goodwill Games, realizado em Seattle (1990).

Árbitro internacional, o kodansha (8º dan) é ainda professor associado da Faculdade de Educação Física da Universidade de Tsukuba, mestre especialista em treinamento de judô, técnico da equipe principal de judô da Universidade de Tsukuba e professor da equipe infantil da cidade de Tsukuba.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Itanhaém abre agendamento para todas as crianças de 9 a 11 anos

As imunizações iniciam já neste sábado (22), no Posto Volante de Vacinação (Secretaria de Turismo), na Rua Aécio Menucci, 281, Centro

Polícia

Suspeito de participação no assassinato de policial militar de Praia Grande é preso

Uma equipe de Patrulhamento de Ações Especiais da PM recebeu a informação de que um carro da marca Volvo, flagrado na cena do crime, estava circulando por Santo André com destino a cidade de Ribeirão Pires

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software