Com show de Neymar, Santos vira e vence rebaixado Palmeiras na Vila

Palmeiras começa na frente, abrindo o placar aos quatro minutos, mas o time da Vila Belmiro vira

Comentar
Compartilhar
01 DEZ 201221h50

Em um jogo marcado pelas provocações da torcida do Santos por conta do rebaixamento do Palmeiras para a Série B, o time da Vila Belmiro saiu atrás, mas virou o placar e derrotou o adversário por 3 a 1, na noite deste sábado (1º). Neymar, com dois gols e participação no primeiro, foi o grande destaque do jogo, válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

O triunfo levou o alvinegro praiano, provisoriamente, para a oitava colocação, com 53 pontos. O Verdão, que caiu para a segunda divisão, terminou a competição no 18º lugar da tabela, com apenas 34 pontos ganhos.

Neymar fez dois gols e participou do primeiro, na vitória por 3 x 1 em cima do, já rebaixado, Palmeiras (Foto: Divulgação)

O jogo

O Santos começou a partida buscando exercer uma pressão desde os primeiros instantes sobre o Palmeiras. Só que o time alviverde foi mais eficiente e, em rápido contra-ataque, aos quatro minutos, abriu o placar. O argentino Barcos lançou Maikon Leite, que dominou e soltou a bomba, sem chances para Rafael, estufando as redes do Peixe.

No minuto seguinte, o Verdão poderia ter ampliado, novamente com Maikon Leite, mas desta vez Rafael conseguiu fazer a defesa, em chute forte do veloz atacante palmeirense.

Aos 12, Patito Rodríguez tocou para Neymar, que driblou o goleiro Raphael Alemão e, com calma, esperou a chegada de Victor Andrade, tocando a bola para o novato atacante chegar antes do zagueiro rival e completar para o fundo do gol: 1 a 1.

A virada do Santos não demorou para sair e veio pelos pés de Neymar. Aos 21, a Joia recebeu a bola e sofreu pênalti, cometido por Román. O zagueiro paraguaio, que já tinha cartão amarelo, foi expulso pelo árbitro. No minuto seguinte, o camisa 11 do Peixe cobrou a penalidade com extrema categoria, colocando o seu time em vantagem no marcador. Com um jogador a mais em campo, a equipe santista passou a ditar o ritmo, atuando com segurança e desperdiçando várias chances de gol.

Inspirado, o craque alvinegro não perdoou a oportunidade que teve, aos 38. Alan Santos deu início ao lance, acionando Patito Rodríguez pela esquerda. O argentino cruzou para Neymar que, com precisão, escolheu o canto direito de Raphael Alemão, finalizando sem chances de defesa para o arqueiro palmeirense.

Na volta para o segundo tempo, com Luiz Gustavo no lugar de Mazinho, o Palmeiras passou a priorizar a defesa, procurando evitar que os santistas ampliassem o placar na Vila. Os alvinegros, por sua vez, perderam o volante Alan Santos, expulso após receber o segundo amarelo, aos 10. Logo em seguida, Arouca deixou o gramado, contundido. Gérson Magrão entrou na sua vaga.

Depois do cartão vermelho para Alan Santos, o jogo esfriou e as chances de gol passaram a ser cada vez mais raras durante o confronto. Sem qualquer mudança no panorama da partida, o Santos administrou o resultado, com direito a várias jogadas de efeito de Neymar, até o apito final.

Colunas

Contraponto