Com renovação emperrada, Ricardo Oliveira ainda não treinou no Santos

Segundo a assessoria, o jogador ainda recupera-se de uma caxumba. A discussão sobre sua renovação, que seria resolvida na primeira quinzena do ano, está emperrada

Comentar
Compartilhar
20 JAN 2017Por Diário do Litoral16h12
A sua presença no amistoso contra o Kenitra, do Marrocos, no entanto, é pouco provávelFoto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

O centroavante Ricardo Oliveira ainda não se apresentou ao técnico Dorival Júnior para dar início aos trabalhos de pré-temporada no CT Rei Pelé. Após perder a primeira semana de trabalho, ele era aguardado no clube nesta sexta-feira, mas, segundo a assessoria do Santos, ainda se recupera de uma caxumba e não tem condições para participar das atividades.

Agora, de acordo com previsão dos médicos do Peixe, a expectativa é que ele realize exames fisiológicos e cardiológicos na próxima segunda-feira e, então, passe a realizar treinos físicos na academia. O trabalho com bola, contudo, ainda é uma incógnita. Ele está há um longo tempo sem treinar e não participará de jogo-treino contra o Nacional-SP, na próxima terça.

Por mais que o camisa 9 e capitão da equipe não tenha iniciado os trabalhos, o técnico Dorival Júnior acredita que o mesmo estará à disposição para a estreia oficial do Peixe, contra o Linense, no próximo dia 03, na Vila Belmiro, pela fase de grupos do Campeonato Paulista. A sua presença no amistoso contra o Kenitra, do Marrocos, no entanto, é pouco provável.

Sem definição

Conforme divulgado pelo Jornal Diário do Litoral, o Santos tinha a intenção de se reunir com o empresário do atleta, Augusto Castro, nesta primeira quinzena do ano para acertar uma renovação contratual. Passados vinte dias, porém, a reunião ainda não aconteceu e, segundo informações da Reportagem, também não tem previsão para acontecer.

Ricardo Oliveira tem contrato com o Peixe até o fim desta temporada. No fim do ano passado, não descartou uma transferência para uma nova equipe. O presidente Modesto Roma Júnior, porém, disse não ter recebido nenhuma proposta oficial pelo jogador e quer aumentar o seu salário e propor uma extensão do vínculo por pelo menos mais um ano.