Com mudanças, Santos tenta recuperação na Vila Belmiro

Após ser derrotado pelo São Paulo, o Peixe aposta em novidades para reconquistar a confiança da sua torcida

Comentar
Compartilhar
18 FEV 2017Por Diário do Litoral11h30
Recuperado de uma caxumba, o centroavante Ricardo Oliveira foi relacionado pela primeira vez no anoFoto: Divulgação/Santos FC

Após perder para o arquirrival São Paulo, na última quarta-feira, e ser alvo de vaias ainda no gramado, o Santos volta a campo neste sábado, contra a Ferroviária, às 19h30, pela quarta rodada do Paulistão 2017, disposto a fazer as pazes com o seu torcedor na Vila Belmiro.

O técnico Dorival Júnior preferiu adotar mistério e não revelou a equipe que vai a campo, mas tem confirmada duas importantes novidades. A primeira é positiva: recuperado de caxumba, o centroavante Ricardo Oliveira foi relacionado pela primeira vez no ano e pode ser titular.

“(O Ricardo Oliveira) É o nosso pastor, goleador, estou feliz pela volta dele e pelo crescimento do Rodrigão, que é mais uma opção na equipe. Agora espero que ele volte rápido para nos ajudar”, afirmou o lateral Zeca, em entrevista coletiva concedida na última sexta-feira.

A outra é preocupante. Com dores no joelho esquerdo após falta de Thiago Mendes, o camisa 10 não tem condições de jogo e está confirmado como ausência. Para o seu lugar, a tendência é que o jovem Léo Cittadini seja o escolhido. Os meias Jean Mota e Longuine brigam por fora.

Além destas duas novidades confirmadas, o Peixe também pode contar com a estreia de mais um reforço. Após sofrer sete gols em três jogos, a zaga do Peixe pode ser alterada. Elogiado nos treinamentos, Cleber pode ocupar o lugar de Lucas Veríssimo e formar dupla com Yuri.

Ainda lesionados, o volante Renato, com dores na panturrilha, e o goleiro Vanderlei, com fratura em dedo da mão esquerda, seguem fora. Com isso, o volante Leandro Donizete e o goleiro Vladimir, que atuaram no San-São, serão mantidos como titulares no Alvinegro.

Atualmente, o Peixe ocupa a segunda colocação do Grupo D, com seis pontos – leva a melhor sobre a Ponte Preta, também com seis, mas com saldo inferior: 3 a -1. O Mirassol, único time com 100% de aproveitamento, é o líder, com nove, e pega o São Paulo, no Morumbi.

Estreante é a aposta

A principal aposta da Ferroviária para o jogo na Vila Belmiro estará no banco de reservas. Atual comandante da Seleção Brasileira de futsal, o técnico Paulo Cesar de Oliveira assumiu o lugar de Antônio Picoli e fará a sua estreia como treinador em futebol de campo, neste sábado.

Para a sua primeira partida, o treinador não quer uma equipe defensiva. A ideia é partir para o ataque na Vila Belmiro e tentar explorar o emocional do Peixe, que ainda colhe os cacos após derrota no clássico ­San-São.

“Temos que ter coragem para enfrentá-los na Vila. Acho que o início do jogo será muito determinante para conseguirmos sair de lá com um bom resultado. É importante devolver aos jogadores a tranquilidade e a certeza de que podemos construir um bom time e um bom trabalho”, disse o treinador grená ao portal futebol do interior.