Com moral, Léo Cittadini busca afirmação entre os titulares do Santos

Jogador vinha sendo trabalhado para atuar como segundo volante, mas com ausência de Lucas Lima retornou ao setor de armação e teve bom rendimento contra o Botafogo, no último domingo

Comentar
Compartilhar
07 JUN 2016Por Diário do Litoral14h00
Com moral, Léo Cittadini busca afirmação entre os titulares do SantosCom moral, Léo Cittadini busca afirmação entre os titulares do SantosFoto: Ivan Storti/Divulgação

Desde que Lucas Lima partiu rumo aos Estados Unidos para a disputa da Copa América junto com a Seleção Brasileira, o Santos vem sofrendo com a falta de um autêntico armador de jogadas. Foram testados Rafael Longuine, Serginho, Ronaldo Mendes, Elano... Nenhum destes deu conta do recado nos últimos jogos do Brasileirão. Contra o Botafogo, no último domingo, no entanto, Léo Cittadini teve boa atuação no setor e parece ser o favorito para substituir o camisa 20.

Afastado por cerca de um mês devido a lesão sofrida nas semifinais do Paulistão, o jogador fez a sua estreia pelo Santos no Brasileirão apenas no clássico contra o Corinthians, pela quinta rodada. Mesmo não sendo brilhante na derrota do Peixe por 1 a 0, o jogador agradou ao técnico Dorival Júnior e foi promovido à titularidade no duelo seguinte contra o Botafogo, onde teve boa atuação.

O curioso é que Léo vinha atuando como segundo volante desde o início da temporada. Foi assim, inclusive, que ele teve boa atuação contra o Audax-SP, na fase de grupos do Paulistão, e marcou gol da vitória por 2 a 1, na Vila Belmiro. A ideia da Comissão Técnica era que ele fosse natural substituto de Thiago Maia, que pode servir à Seleção Olímpica, em agosto. Por força do destino, no entanto, ele voltou a treinar em sua posição de origem e agora espera se firmar como titular na equipe santista.

"Dorival (Júnior) sempre conversa comigo. Ele me disse que eu tinha oportunidades de volante, mas que eu tinha liberdade de jogar como meia. Fiz função nova contra o Corinthians e agora joguei centralizado. É indiferente. Posso contribuir bem para ajudar a equipe em qualquer uma dessas posições, mesmo sendo meia de origem", disse o atleta.

Nas próxima semanas, ele deve ganhar concorrência na equipe titular. Isso por que o Santos acertou com o jovem meia Jean Mota, ex-Fortaleza, que já treina no CT Rei Pelé nos últimos dias, e aguarda apenas assinatura de contrato para ficar à disposição. Outra opção em breve será o argentino Emiliano Vechhio, que já treina com os novos companheiros.

"Estes reforços vão nos ajudar muito. Dorival vai saber utilizá-los para nos ajudar", completou.

Na próxima rodada, e muito provavelmente com Léo entre os titulares, o Santos encara o Santa Cruz, no Estádio Arruda. O jogo será realizado neste domingo, às 19h, em partida válida pela sétima rodada do Brasileiro.