Com Mano, Guerrero resgata função de centroavante

O ataque foi o setor mais criticado do Corinthians no segundo semestre de 2013. Nesta terça-feira, o técnico comandou o primeiro treino coletivo do ano

Comentar
Compartilhar
14 JAN 201418h48

O esquema tático do "novo" Corinthians, agora comandado por Mano Menezes, é idêntico ao utilizado por Tite, o 4-2-3-1. Mas as funções de alguns jogadores mudaram. Em especial a de um deles: o atacante peruano Paolo Guerrero.

Mano quer que Guerrero atue, sobretudo, como um centroavante, mais próximo do gol. "O professor me pediu para eu não voltar muito para pegar a bola. Ele não quer que eu jogue muito pelos lados (do campo). E eu já estou percebendo mais ou menos o que o Mano quer", afirmou o peruano. Num lance do treino desta terça-feira, o atacante revelou que o técnico o repreendeu e disse: "Quero você aí, na área".

O ataque foi o setor mais criticado do Corinthians no segundo semestre de 2013. Logo na sua primeira entrevista como novo técnico, Mano deixou claro que corrigir esse problema era sua primeira tarefa. "Hoje foi só o primeiro treino tático, ninguém ainda é titular ou reserva, o professor vai ver quem está melhor", avaliou Guerrero.

Mano quer que Guerrero atue, sobretudo, como um centroavante (Foto: Agência Corinthians)

Nesta terça-feira, Mano comandou o primeiro treino coletivo do ano. Guerrero foi mantido como titular, enquanto Alexandre Pato e Emerson atuaram no time reserva. A formação foi a seguinte: Walter; Edenílson, Gil, Paulo André e Uendel; Ralf, Guilherme e Rodriguinho; Romarinho, Guerrero e Danilo.

Nesta quarta-feira, o Corinthians fará um jogo-treino contra a equipe do Red Bull, do Campeonato Paulista da Série A2. E Mano pode trocar alguns jogadores, dando chance a Pato no lugar de Romarinho.

O Corinthians estreia no Campeonato Paulista no domingo, contra a Portuguesa, no Canindé. Para Guerrero, a equipe vai começar a competição com o pé direito. "Acho que nosso time é forte. Tenho essa convicção. Estamos trabalhando muito nesta pré-temporada. Vamos chegar bem para este primeiro jogo", avisou o peruano.