Com limitação no banco de reserva, Tite corta 2 de amistoso contra a Rússia

Assim, serão apenas 12 no banco de reservas, seguindo o que é feito em todas as competições da Fifa

Comentar
Compartilhar
23 MAR 2018Por Folhapress11h38
Willian José foi chamado pela primeira vez e esperava por uma chance contra a RússiaFoto: Divulgação

Rodrigo Caio e Willian José não estarão à disposição do técnico Tite para o amistoso da seleção brasileira contra a Rússia nesta sexta-feira (23), às 13h (de Brasília).

Como não houve um acordo com a equipe adversária, o treinador ficou impossibilitado de levar para a partida os 25 atletas convocados. 

Assim, serão apenas 12 no banco de reservas, seguindo o que é feito em todas as competições da Fifa.

Durante a partida, cada equipe poderá fazer até seis substituições. Willian José foi chamado pela primeira vez e esperava por uma chance contra a Rússia.

Para o amistoso de terça-feira (27) contra a Alemanha em Berlim, ainda não está definido se Tite poderá levar os 25 convocados para a partida. 

Isso ainda dependerá de uma conversa entre a CBF e a federação alemã. Estes são os dois últimos amistosos da seleção brasileira antes da convocação para a Copa do Mundo, marcada para o início de maio. A data oficial ainda não foi divulgada.