Com Guerra, Palmeiras vence jogo-treino graças a gol de Alecsandro

O elenco se apresentou na manhã desta segunda-feira com uma vitória por 1 a 0 em jogo-treino disputado contra o Nacional-SP

Comentar
Compartilhar
30 JAN 2017Por Gazeta Press19h29

Não houve descanso para os jogadores do Palmeiras que participaram pouco do empate por 1 a 1 com a Ponte Preta, na tarde de domingo, no Palestra Itália. O elenco se apresentou na manhã desta segunda-feira com uma vitória por 1 a 0 em jogo-treino disputado contra o Nacional-SP, na Academia de Futebol. O gol foi do atacante Alecsandro.

A novidade foi a presença de Alejandro Guerra em campo. O venezuelano participou dos dois tempos de 35 minutos e mostrou boa visão de jogo, distribuindo passes e aplicando dribles sobre os marcadores do Nacional. Ele não criou chances objetivas no ataque.

O Lobo não havia participado de atividades táticas no Palmeiras. O meia vinha se ausentando dos últimos treinamentos para resolver questões referentes ao visto de trabalho. Ele só será apresentado pelo clube quando estiver liberado para entrar em campo.

Além de mostrar boa movimentação ofensiva, Guerra chamou a atenção por ter sido caçado pelos defensores do Nacional. Ele sofreu diversas faltas no meio-campo, incluindo um forte carrinho por trás. As pancadas distribuídas pelos adversários também irritaram o meia Michel Bastos, que revidou em certo momento com uma cotovelada.

O gol do Palmeiras foi anotado nos minutos iniciais da atividade. Egídio fez um cruzamento pela esquerda e Hyoran desviou de letra, deixando Alecsandro livre para balançar a rede. O time que iniciou a partida teve Jailson; Rodrigo, Antônio Carlos, Thiago Martins e Egídio; Thiago Santos, Michel Bastos, Guerra, Hyoran e Rafael Marques; Alecsandro.

No segundo tempo, o técnico Eduardo Baptista colocou Erik na vaga de Michel Bastos e Keno no posto de Rafael Marques. O goleiro Vinicius Silvestre também substituiu Jailson.

O lateral Fabiano estava aquecendo para participar do jogo-treino, mas sentiu dores na coxa decorrentes de uma pancada sofrida no amistoso com a Ponte Preta. Ele foi preservado pela comissão técnica e deixou o campo mancando.

Os titulares na partida de domingo ficaram na academia do Centro de Excelência realizando atividades de recuperação física. O meia Vitinho e o atacante Lucas Barrios também fizeram trabalhos regenerativos. Já o volante Arouca, que passou por cirurgia no tornozelo no fim de semana, foi ao CT e para dar início às sessões de fisioterapia.

O Palmeiras concederá folga aos jogadores na terça-feira. A justificativa é de que os atletas sentem o auge do desgaste físico após 48 horas de uma partida de futebol. Os treinos visando à estreia no Campeonato Paulista serão retomados na manhã de quarta-feira. O clube enfrentará o Botafogo-SP no próximo domingo, no Palestra Itália.