Com gol de E. Ribeiro, Cruzeiro vence Santos e se aproxima do título

O triunfo fora de casa manteve a Raposa tranquila na liderança do Brasileirão, agora com 68 pontos. Enquanto isso, os santistas caíram para a nona posição, com 44 pontos ganhos

Comentar
Compartilhar
03 NOV 201319h08

Com um gol do meia Everton Ribeiro, no início do segundo tempo, o Cruzeiro alcançou mais uma importante vitória, em sua trajetória no Campeonato Brasileiro. Os mineiros derrotaram o Santos, por 1 a 0, na tarde deste domingo, na Vila Belmiro.

O triunfo fora de casa manteve a Raposa tranquila na liderança do Brasileirão, agora com 68 pontos, e está cada vez mais próximo do título nacional. Enquanto isso, os santistas caíram para a nona posição, com 44 pontos ganhos.

Na próxima rodada, o time praiano visita o Vasco, domingo, às 19h30 (horário de Brasília), no Maracanã. Já os celestes recebem o Grêmio, no mesmo dia, às 17 horas (horário de Brasília), no Mineirão.

O jogo

O Cruzeiro começou a partida melhor e, aos nove minutos, quase abriu o placar. O volante Nilton desviou de cabeça uma falta cobrada pelo lado esquerdo, mas o goleiro Aranha estava atento e praticou boa defesa.

O Santos respondeu dois minutos depois. O lateral-esquerdo Mena recebeu dentro da área e chutou cruzado, porém, o centroavante Willian José não conseguiu completar o lance. Mas a jogada estava paralisada por conta de um impedimento do atacante do Peixe.

Aos 18, a Raposa voltou a assustar. O meia Everton Ribeiro recebeu do atacante Dagoberto e soltou a bomba, só que o zagueiro Gustavo Henrique tocou de cabeça na bola, desviando-a para escanteio.

O gol da vitória cruzeirense foi marcado por Éverton Ribeiro (Foto: Mauro Horita/Agif)

Aos 23, após escanteio cobrado por Dagoberto, a bola sobrou dentro da área para a finalização de Nilton, mas a bola saiu à direita do gol de Aranha.

Superior em campo, o Cruzeiro quase abriu o placar aos 29, quando o meia Ricardo Goulart tabelou com o centroavante Borges, antes de chutar para o gol. A bola saiu à esquerda da meta santista.

No último lance de perigo do primeiro tempo, a equipe praiana quase marcou. Aos 39, o meia Montillo cobrou falta pela esquerda, o lateral-direito do time mineiro, Ceará, desviou contra a própria meta, quase surpreendendo o goleiro Fábio, que espalmou a bola para escanteio.

Após o intervalo, os alvinegros voltaram com o jovem atacante Victor Andrade no lugar do centroavante Willian José.

No entanto, a Raposa é quem conseguiu abrir o placar. Aos nove, Everton Ribeiro fez grande jogada individual, passando pelo chileno Mena, antes de deixar o volante Alison no chão, dentro da área, e chutar no canto esquerdo de Aranha, que não conseguiu evitar o gol: 1 a 0 para o Cruzeiro.

Com o gol, o técnico Claudinei Oliveira resolveu mexer mais uma vez no Santos. Aos 13, Everton Costa saiu para a entrada de Geuvânio, no ataque do Peixe.

Na equipe mineira, o treinador Marcelo Oliveira trocou Borges pelo meia-atacante Júlio Baptista, aos 23.

Os visitantes, aliás, estiveram próximos de ampliarem o marcador, aos 26. Júlio Baptista fez grande lance individual pela esquerda e tocou para a entrada da área. Everton Ribeiro finalizou de perna esquerda, mas não foi feliz no chute, desperdiçando uma grande oportunidade para o Cruzeiro.

Os santistas voltaram a assustar com Geuvânio, aos 33. O jovem atacante fez bela jogada na meia direita e bateu de perna esquerda, para grande defesa de Fábio.

Nos minutos finais, Claudinei queimou a sua última substituição, trocando Alison por Alan Santos, no meio-campo. Os mineiros tiveram Dagoberto dando lugar a Elber e Everton Ribeiro saindo para a entrada do volante Tinga.

Antes do apito final, aos 39, o Cruzeiro quase ampliou com Elber, que mandou a bola para fora, depois de grande jogada de Ricardo Goulart.