Com dores musculares, Diego é cortado da seleção brasileira

O meia foi substituído aos 17min do segundo tempo na derrota de sua equipe por 1 a 0 em Campinas diante da Ponte Preta, segunda-feira

Comentar
Compartilhar
03 OUT 2017Por Estadão Conteúdo22h01
Diego vive momento difícil pelo FlamengoFoto: Divulgação/Flamengo

Menos de três horas depois de se apresentar à seleção brasileira, o meia Diego foi cortado dos amistosos contra Bolívia (5, em La Paz) e Chile (10, em São Paulo). A justificativa para que o meia do Flamengo deixe o grupo é de dores musculares.

Diego, em momento difícil pelo Flamengo, foi substituído aos 17min do segundo tempo na derrota de sua equipe por 1 a 0 em Campinas diante da Ponte Preta, segunda-feira. De acordo com o médico Rodrigo Lasmar, foi detectada uma pequena lesão muscular da coxa esquerda do atleta.

Como Tite já havia chamado 24 atletas para os dois confrontos, nenhum jogador será acrescentado ao grupo, que deixa Teresópolis na quarta-feira e segue para a Bolívia. O treinador tem, além de Paulinho e Renato Augusto, os jovens Fred, do Shakhtar-UCR, e Arthur-GRE, como alternativas para o setor.

Essa havia sido a segunda oportunidade concedida por Tite para Diego, que esteve nos duelos com Uruguai e Paraguai. Nestes dois compromissos, porém, o meia de 32 anos não chegou a atuar.

Colunas

Contraponto