Com Cueva aplaudido, São Paulo reencontra a vitória após nove rodadas

Nesta quarta-feira (19), ele deu a assistência para o gol de Lucas Pratto na vitória da equipe tricolor sobre o Vasco por 1 a 0, pelo Brasileiro e foi aplaudido

Comentar
Compartilhar
20 JUL 2017Por Folhapress00h05
Lucas Pratto marcou o gol salvador do São PauloFoto: Divulgação/São Paulo FC

Vaiado ao ser substituído há uma semana, o meia-atacante Cueva voltou a ser decisivo para o São Paulo apesar de não ter feito uma brilhante partida. Nesta quarta-feira (19), ele deu a assistência para o gol de Lucas Pratto na vitória da equipe tricolor sobre o Vasco por 1 a 0, pelo Brasileiro e foi aplaudido.

O peruano não dava um passe que resultava em gol desde 8 de março, quando ajeitou para Luiz Araújo marcar no triunfo são-paulino sobre o ABC por 3 a 1, pela terceira fase da Copa do Brasil.

O camisa 10, que já havia feito uma boa partida na derrota do time para a Chapecoense por 2 a 0, no último domingo, foi um dos destaques do início promissor do clube em 2017 ainda sob o comando de Rogério Ceni. Em 11 jogos, havia marcado sete gols e feito quatro assistências.

Após sofrer uma lesão muscular pela seleção peruana em 28 de março, ele ficou afastado dos gramados por 19 dias e, quando retornou, não conseguiu reeditar as boas atuações. Em 13 jogos, não havia marcado, nem dado assistências e só não foi substituído em duas partidas.

O jogador foi até barrado do jogo contra o Santos por Pintado, que comandou a equipe no lugar de Ceni, demitido. O ex-auxiliar técnico alegou que o peruano demonstrava descontentamento e que tinha a intenção de sair.

O crescimento de Cueva pode ser atribuído ao novo posicionamento do meia-atacante em campo. Dorival Júnior está usando o peruano mais centralizado, próximo de Pratto e sem a incumbência de voltar para marcar.

O gol saiu exatamente em uma jogada com os dois. O camisa 10 recebeu de costas na intermediária, escapou de um defensor e rolou para o argentino bater de primeira e abrir o placar.

O peruano ainda teve uma excelente chance para aumentar. Aos 33 minutos, recebeu livre, invadiu a área e chutou para defesa de Martín Silva. A bola sobrou para Pratto, que finalizou para fora. No segundo tempo, ele deu ótimo passe para Marcinho que, livre, concluiu para fora.

Ele foi substituído aos 39 minutos por Gilberto e saiu de campo aplaudido e com o nome gritado pela torcida.

Na nova formação de Dorival, os jogadores que atuam abertos e ajudam os laterais na marcação são Marcinho, que substituiu Wellington Nem –saiu com dores no ombro aos 15 minutos da etapa inicial– e o argentino Jonathan Gómez. Eles jogaram pelo lado esquerdo e direito, respectivamente.

Antes de ser substituído, Nem perdeu um gol cara a cara com Martín Silva, aos 3 minutos.

Apesar da vitória e das chances criadas, o São Paulo não fez um bom jogo. Bem postando em campo, o time impediu que o Vasco ameaçasse o goleiro Renan Ribeiro. No final, porém, o time recuou e tomou um susto em uma jogada aérea, mas Rodrigo Caio salvou na pequena área.

O triunfo não foi suficiente para o São Paulo deixar a zona de rebaixamento –ocupa a 17ª colocação com 15 pontos, um a menos do que o Atlético-PR, que enfrenta o Botafogo nesta quinta-feira.

Mesmo que o clube paranaense vença, o time tricolor pode deixar a zona de descenso na segunda-feira, quando recebe o Grêmio. O clube precisa vencer e torcer por derrota da Chapecoense diante do Vitória ou da Ponte Preta para o próprio Atlético-PR.

A vitória, porém, fez o clube colocar fim ao jejum de nove jogos sem conquistar os três pontos. O último resultado positivo havia acontecido diante do Vitória em 8 de junho.

A torcida, que compareceu em bom número –22.574–, apoiou o time durante o jogo inteiro. Até bola rebatida para o alto ou para o lado era comemorada pelos torcedores. A única vaia foi para Wellington Nem quando o locutor do estádio anunciou a escalação.

Mesma torcida que, horas antes de o jogo começar, jogou sal grosso à frente do portão de entrada do Morumbi, aguardando a chegada do time. Outra carreira de sal grosso também foi depositada no banco de reservas do time.