Com aval de Ceni, São Paulo vai negociar renovações de Jucilei e Gilberto

O caso do volante é o mais difícil de ser solucionado. O jogador de 29 anos agradou treinador e diretoria tanto dentro quanto fora de campo

Comentar
Compartilhar
29 MAI 2017Por Folhapress17h00
O caso de Jucilei é o mais difícil de ser solucionado. O jogador de 29 anos agradou treinador e diretoria tanto dentro quanto fora de campoFoto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Nas próximas semanas, o São Paulo vai tentar seguir o planejamento de Rogério Ceni e do departamento de futebol. Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, o treinador deu o seu aval para a renovação de contrato de dois jogadores: Jucilei e Gilberto -ambos têm vínculo com o clube somente até o fim desta temporada.

O caso do volante é o mais difícil de ser solucionado. O jogador de 29 anos agradou treinador e diretoria tanto dentro quanto fora de campo. Consistente, se colocou como figura importante no elenco e passou a ser visto como um exemplo de comportamento. Só que o Shandong Luneng, dono dos direitos do atleta até julho de 2019, não deve fazer jogo fácil para liberá-lo, e o São Paulo não vive um momento financeiro muito favorável.

Por isso, uma opção pode ser a renovação do contrato com os chineses e o prolongamento do empréstimo por mais um ano. Desta maneira, o Shandong evitaria a possibilidade de o jogador ficar livre para assinar um pré-contrato com outro clube a partir de dezembro de 2018. Outro ponto que pode contar a favor do São Paulo é a vontade do jogador, que está bem adaptado ao clube e não deve mais ser utilizado pelo Shandong.

No caso de Gilberto, a negociação deve acontecer de maneira mais tranquila. Até o momento, nenhum clube fez proposta pelo jogador, que conquistou a confiança de Ceni durante o Campeonato Paulista. O clube deve oferecer um aumento salarial e ampliar a multa rescisória e o vínculo do atacante de 27 anos.

"Ficamos de conversar. A tendência é essa [renovar], não tem o que falar. Ele está bem, feliz. Não tem motivo para sair. O São Paulo lhe deu uma oportunidade. Até agora só apareceram sondagens de aventureiros. Nada além disso", disse Sandro Zardo, empresário do atacante.
Lugano

Outro caso que precisa ser analisado pelo São Paulo é o do zagueiro Lugano. O uruguaio tem contrato só até 30 de junho. O veterano já deixou clara a sua intenção de permanecer no clube.

A diretoria esperava por um aval de Rogério Ceni, que sinalizou de forma positiva há algumas semanas.

No entanto, a transação não andou e o veterano, de 36 anos, está em compasso de espera para definir o seu futuro.