"Coisas não estão muito bem", mas Cássio pede respeito ao rival

Goleiro do Corinthians disse estar feliz, mas se conteve e pediu bastante respeito ao Palmeiras.

Comentar
Compartilhar
13 FEV 201311h41

Cássio sorriu quando ouviu a notícia de que a Mancha Verde havia sido rebaixada no Carnaval de São Paulo. O goleiro do Corinthians, que fez sua estreia como sambista defendendo a Gaviões da Fiel, disse estar feliz, mas se conteve e pediu bastante respeito ao Palmeiras, adversário no Derby marcado para o domingo.

“Olha, não sei o que falar. Minha escola não caiu, estou satisfeito. Foi legal, uma experiência nova, a energia das pessoas na avenida me deixou muito feliz. Infelizmente, (a Mancha) caiu, vai fazer o quê?”, afirmou, desconcertado, o camisa 12.

O atleta fará sua primeira partida na temporada justamente contra o Palmeiras, no Pacaembu. Apesar da fase ruim do arquirrival – rebaixado no Campeonato Brasileiro antes de sua principal organizada repetir o fracasso no Carnaval –, ele descartou favoritismo do campeão mundial.

“É clássico. Muitas vezes, o time que está em baixa ressurge. Eu vivi muito isso lá no Grêmio. O Inter era um supertime, campeão mundial, e perdeu o Gauchão (em 2007). É preciso ter atenção total e mostrar dentro de campo. É lá que a gente mostra a qualidade do nosso time”, acrescentou.

Cássio ganhou do Inter campeão mundial quando estava no Grêmio e pede cuidado (Foto: Divulgação/ Agência Corinthians)

Cássio lembrou ainda que o Palmeiras “é um time grande, de respeito do futebol”, mas não se recusou a apontar algo tão óbvio quando o tamanho do rival, o seu momento negativo. “As coisas não estão muito bem, a gente sabe disso. Uma pena.”

De qualquer maneira, segundo o herói do Mundial, o Corinthians não pode perder a oportunidade que se apresenta no Derby. Vencer, para ele, tornará mais tranquila a sequência da temporada, com estreia na Copa Libertadores na próxima semana.

“É sempre bom ganhar clássico. É um campeonato à parte, que dá moral. Quando você perde, tem pressão maior no jogo seguinte. Vamos tentar fazer um grande jogo no domingo para ir em alta para a nossa primeira partida na Libertadores”, concluiu Cássio.