SEDUC

CBF aumenta prêmios da Copa do Brasil e campeão pode lucrar até R$ 8 mi

Em comparação ao ano passado, quando o campeão Atlético-MG lucrou R$ 6,19 mi em premiação, o faturamento é acrescido em 28,4%

Comentar
Compartilhar
16 FEV 201514h40

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) abriu o bolso. Em ofício divulgado pela ESPNnesta segunda-feira, a entidade aumenta os valores de premiação de cada fase da Copa do Brasil deste ano. Os prêmios podem render até R$ 7,95 milhões ao campeão da edição 2015.

Em comparação ao ano passado, quando o campeão Atlético-MG lucrou R$ 6,19 mi em premiação, o faturamento é acrescido em 28,4%. O crescimento é considerável, visto que a inflação no País ficou em 6,41% em 2014.

Ao aumentar a cota, por um lado a CBF aproxima a Copa do Brasil ao Campeonato Brasileiro em importância, visto que o Cruzeiro levou R$ 9,2 milhões na última edição, e por outro cria expectativa por reajuste também no Nacional.

O campeão Atlético-MG lucrou R$ 6,19 mi em premiação no ano passdo (Foto: Divulgação)

Os novos valores vêm em bom momento para os clubes, pois muitos têm sido obrigados a cortar gastos para aliviar as finanças. A CBF divide os participantes da Copa do Brasil em três grupos e distribui as premiações de acordo com seus critérios de divisão.

Mesmo na Série B, o Botafogo está no Grupo 1, que tem os maiores valores e ainda é formado pelos outros três grandes do Rio de Janeiro, os quatro de São Paulo, Atlético-MG, Atlético-PR, Coritiba, Cruzeiro, Grêmio, Internacional e Goiás. Já Ponte Preta, Chapecoense, Avaí, Figueirense, Joinville e Sport formam o Grupo 2, deixando todos os outros participantes no 3.