Cacá Bueno perde prova nos metros finais, mas é pentacampeão

Líder do campeonato, Cacá Bueno precisava apenas da quarta colocação para conquistar o seu quinto título na categoria.

Comentar
Compartilhar
09 DEZ 201211h47

Grande favorito à vitória na Corrida do Milhão e ao título da temporada  da Stock Car, Cacá Bueno confirmou apenas uma das expectativas na principal prova da categoria, disputada neste domingo no autódromo de Interlagos.

Após vacilar e perder a liderança nos primeiros metros de prova, o piloto da Red Bull fez corrida de recuperação, retomou a liderança na última volta, mas pagou caro por não ir aos boxes e perdeu a posição para Thiago Camilo e Ricardo Maurício nos instantes finais de prova, sendo apenas o terceiro colocado.

Líder do campeonato, Cacá Bueno precisava apenas da quarta colocação para conquistar o seu quinto título na categoria. Por conta disso, o piloto da Red Bull não se abateu ao largar mal e perder três posições nos primeiros metros da prova.

Consistente, Cacá não teve o seu posto ameaçado, mesmo com as seguidas relargadas causadas por entradas do safety car na pista – Tony Kanaan, Vitor Meira e Diego Nunes deixaram a prova após acidentes.

Faltando 23 minutos para o final da prova, Cacá conseguiu a ultrapassagem sobre Ricardo Maurício e ficou ainda mais próximo do pentacampeonato. Sem ir aos boxes, o piloto ainda contou com a parada do companheiro de equipe e adversário na luta pelo título, Daniel Serra, para ganhar mais uma posição e assumir o segundo posto.

A recuperação de Cacá não parou por aí. Outro que optava por não parar Allan Khodair resistiu às investidas do líder da temporada e manteve a primeira colocação até os minutos finais de prova.

Seguindo as recomendações de sua equipe, Khodair foi para os boxes e cedeu a liderança para Galid Osman, que havia acabado de ultrapassar Cacá. O piloto da Red Bull, porém, retomou o primeiro posto na última volta de prova, dando grande passo rumo ao seu quinto título da Stock Car.

Nos metros finais de prova, porém, a decisão de não ir aos boxes quase custou caro para o piloto. Sem gasolina, Cacá perdeu posição para Thiago Camilo e Ricardo Maurício e quase não cruzou a linha de chegada. A terceira colocação, no entanto, foi o suficiente para o piloto da Red Bull garantir o pentacampeonato.

Entre os pilotos convidados, Raphael Matos, da Bassani, levou a melhor e foi o nono colocado. Hélio Castroneves, da Shell, ternimou a prova em 14º, enquanto Rubens Barrichello, da Medley, não manteve o bom desempenho dos treinos e foi apenas o 22º. Seu companheiro de equipe na temporada 2012 da Fórmula Indy, Tony Kanaan sequer terminou a prova.

Cacá Bueno fez prova de altos e baixos, mas não teve o pentacampeonato ameaçado em Interlagos (Foto: Bruno Terena/Divulgação)

Colunas

Contraponto