X
Esportes

Bruno Henrique sofre edema e desfalca Santos por três semanas

O edema foi constatado em exame de ressonância magnética na manhã desta segunda-feira

Bruno Henrique retornou aos gramados após três meses / Divulgação/Santos FC

O atacante Bruno Henrique sofreu um edema no músculo adutor da coxa esquerda na derrota do Santos para o Bahia no último sábado, em Salvador. Segundo os médicos do clube, Jorge Merouço e Carlo Alba, o camisa 11 deve desfalcar o time por três semanas aproximadamente. O edema foi constatado em exame de ressonância magnética na manhã desta segunda-feira.

Bruno Henrique retornou aos gramados após três meses. O atleta, que sofreu cinco lesões diferentes no olho direito, não atuava desde 17 de janeiro, na vitória santista por 3 a 0 contra o Linense na primeira rodada do Campeonato Paulista.

Contra o Bahia, ele atuou pouco mais de 20 minutos. O camisa 11 entrou em campo na vaga de Rodrygo aos 28 minutos da segunda etapa e teve atuação discreta.

O atacante arriscou algumas arrancadas, sofreu faltas, mas pouco participou do jogo. No entanto, a presença dele em campo foi o suficiente para sofrer a lesão na coxa esquerda.

Bruno Henrique já não atuaria no duelo contra o Estudiantes, nesta terça-feira, na Vila Belmiro, válido pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América, pois cumpre suspensão por ter cuspido em uma adversário na eliminação santista na edição passada, diante do Barcelona-EQU. Ainda faltam dois jogos para cumprir.

O técnico Jair Ventura já comemorava após o duelo contra o Bahia a chance de contar com Bruno Henrique nos próximos jogos do Campeonato Brasileiro. No entanto, o treinador ainda não sabia do edema muscular.

"Acho que a grande novidade e uma boa notícia é a volta do Bruno. Ele ainda está sem ritmo, mas é normal. Entrou em um jogo quente, pesado, de muita força... Criou algumas oportunidades e deu dribles. Quem ganha é o Santos, que estará mais forte quando ele pegar o ritmo", disse.

Arthur Gomes

O atacante Arthur Gomes sofreu uma lesão no colateral medial do joelho e iniciou tratamento intensivo para ficar a disposição do técnico Jair Ventura no duelo contra os argentinos, na Vila Belmiro. O atleta virou uma espécie de 12º jogador do time e, apesar de perder a posição de titular para Rodrygo, ele atuou em todos os jogos do Santos em 2018.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Neymar vence prefeitura de Santos em briga judicial

A Neymar Sport e Marketing tem como sócios Nadine Gonçalves e Neymar da Silva Santos, pais do atleta do Paris Saint-Germain e da Seleção Brasileira

Brasil

Governo: Mário Frias contrata por quase R$ 4 milhões empresa sem licitação e sem funcionários

A sede da empresa seria uma caixa postal em um escritório virtual a 2.400 km do Rio de Janeiro

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software