Bom convívio de Neymar com o elenco do PSG vai além do campo

Como é a 'família linda' citada pelo brasileiro e que embala craque na Liga dos Campeões

Comentar
Compartilhar
13 AGO 2020Por Folhapress11h58
Neymar entregou seu troféu de melhor em campo ao companheiro Choupo-MotingFoto: DIVULGAÇÃO

Eleito o melhor em campo na virada por 2 a 1 contra a Atalanta, resultado que propulsou o  Paris Saint-Germain à semifinal da Liga dos Campeões, Neymar fez questão de entregar seu troféu no final do jogo a Choupo-Moting, o atacante camaronês que saiu do banco de reservas e marcou o gol da classificação. Um gesto que mostra que o bom convívio do brasileiro com o elenco do time francês vai além do campo. 

O próprio Neymar comentou que o otimismo demonstrado passa pela "família linda" criada no PSG. "As coisas foram acontecendo, estávamos perdendo de 1 a 0 até os 90, mas temos uma família linda, e é impossível a gente ficar fora, eu sabia que uma bola ia chegar e iríamos fazer o gol. Fizemos os dois gols. Agora é comemorar com calma e se preparar", disse Neymar ao fim do jogo.

"Caramba, para mim foi um dia especial, mas o que eu vi o Neymar fazer em campo foi incrível. Ele fez um jogo extraordinário, mas infelizmente não conseguiu marcar", comentou Choupo-Moting mesmo sem ser perguntado sobre a atuação do brasileiro.

A união com o elenco do PSG impressiona até mesmo a diretoria do clube. O diretor de futebol, Leonardo, comentou jamais ter visto um grupo com tanta amizade no futebol. Para ele, chama a atenção de que qualquer festa de familiar de jogador tem a presença em massa do plantel do time francês, que enfrentará na semifinal, na próxima terça-feira (18), o RB Leipzig, algoz do Atlético de Madrid nesta quinta-feira.

Neymar também tem se destacado como organizador de eventos com o elenco fora de campo. Em casa já programou jantares e o churrasco de comemoração do título da Copa da Liga da França no início do mês.

No mais, é um churrasco com os argentinos Di Maria, Paredes e Icardi. Uma viagem com o italiano Marco Verratti ou um passeio na Disneyland Paris com o costarriquenho Keylor Navas. O brasileiro curte a vida com seus vários amigos.

Neymar aponta Keylor Navas como um dos seus principais aliados. É o goleiro da Costa Rica que bate de frente com a diretoria para não relacionar o comportamento festivo do jogador fora de campo com falta de comprometimento com o clube. Já a relação com Mbappé também é avaliada como excelente pelo entorno.

Um dos trunfos para a ótima relação de Neymar no vestiário do PSG é o fato do elenco ter oito jogadores nativos da língua espanhola (os goleiros Navas e Sérgio Rico, o lateral Bernat, o volante Herrera, os meias Di Maria, Paredes e Sarabia e o atacante Icardi). A boa comunicação aumenta com a capacidade de comunicação no idioma dos brasileiros Marquinhos e Thiago Silva, do italiano Marco Verratti e do francês Mbappé.

Em campo, Neymar evita reclamar com os companheiros, mas passa boa parte do jogo pedindo o passe. A liderança exercida contra a Atalanta é um reflexo do ótimo relacionamento vivido com o grupo fora de campo.

"Não, nunca, futebol é uma coisa muito rápida e que tudo muda. Tenho na minha cabeça que vamos chegar na final e disputaremos o título com esse grupo que tanto merece. Temos outro passo muito complicado e vamos juntar nossas forças para o próximo objetivo", finalizou Neymar. (João Henrique Marques)