Boas lutas e presença de Popó marcam a abertura do Torneio Luvas de Ouro

Tradicional, torneio já revelou muitos talentos do boxe, e contou a presença do quatro vezes campeão mundial

Comentar
Compartilhar
23 MAI 201512h20

O tradicional Torneio Luvas de Ouro, que já revelou muitos talentos do boxe, contou com boas lutas e a presença do quatro vezes campeão mundial, Acelino Popó Freitas, em sua rodada de abertura, na noite desta sexta-feira (22), no Ginásio Rebouças, em Santos. O destaque ficou para o último dos quatro combates da programação, com um nocaute logo no primeiro round, de Alex Pereira sobre Murilo Mattos, pelos pesos pesados (91 kg).

Pelo terceiro ano seguido, o evento é realizado em Santos, com o patrocínio da Memorial, do empresário Pepe Altstut, sem dúvida um dos maiores entusiastas da modalidade no Brasil. A competição terá rodadas todas as sextas-feiras, a partir das 19h30, até o dia 10 de julho, com entrada franca.

“Criei esse torneio em 1990. É um dos torneios mais importantes do País e este ano os pugilistas estarão sendo observados para indicação à seleção brasileira olímpica. Este é um estímulo para todos”, destaca o presidente da Federação Paulista de Pugilismo, Newton Campos. “O apoio da Memorial é muito importante para o fortalecimento do boxe”, acrescentou.

As lutas tiveram um bom público e um espectador em especial, Popó Freitas, que vem se preparando na Cidade para o seu retorno aos ringues, marcado para 18 de julho, na Arena Santos. “É um estímulo a mais saber que ele está acompanhando a luta. É um ídolo”, disse Vinicius Jorge, da equipe Memorial, vencedor da luta nos meio-pesados, sobre Alex Sander, por nocaute técnico.

Popó destacou a importância do torneio. “Vim prestigiar esse pessoal que está iniciando. Muitos talentos são descobertos aqui. O Pepe ajuda muito e o boxe vai crescendo. E tem o Newton Campos, uma sumidade quando se fala em boxe. Fico feliz em prestigiar, colaborar”, falou Popó, que no final das lutas foi cercado pelo público para fotos e autógrafos.

Na primeira luta da noitada, Jardel Sampaio (Fupes) venceu, por pontos, Luis Miguel (FJ Universal), na categoria mosca ligeira (49 kg). “Meu objetivo é chegar aos Jogos Olímpicos. Estou na luta disso. Buscando o meu espaço”, disse o atleta de 28 anos, 11 de boxe. No segundo combate, Willian Aparecido (Coliseu) levou a melhor, também por pontos, sobre Pablo Vitor (Memorial B), pelos pesos moscas (52 kg).

Popó marcou presença no Torneio Luvas de Ouro, em Santos (Foto: Ivan Storti)

Nos meio-pesados (81 kg), Vinicius Jorge foi superior para garantir nocaute técnico e buscar o seu segundo título no Luvas de Ouro. “Já fui campeão em 2011, no peso 69 kg, cheguei na semi em 2013, no 75 kg, e agora quero essa conquista. Sem dúvida, meu foco é a Olimpíada e o Mundial, para depois me profissionalizar”, comentou o pugilista que tem 71 lutas e 60 vitórias.

O último confronto da noite foi rápido. Durou apenas um minuto e 30 segundos. Alex Pereira (AC Prime) não deu chances a Murilo Mattos (AC Galati/R. Preto). Com direitas fortes, Alex levou o rival à lona ainda no primeiro minuto. Depois de levantar, Murilo levou um direto de direita fulminante e o impacto foi tão forte, que ele chegou a cair fora do ringue e foi obrigado a ser socorrido.

“Foi a minha segunda luta no boxe. Venho do kickboxing e tive que me destacar para chegar aqui. Meu objetivo é virar profissional, passando pela Olimpíada”, afirma o atleta de 27 anos, com grande vivência no kickboxing. “Participo do WGP, o maior evento da América Latina, e do Glory, o maior do Mundo. Já venci na Croácia, Dubai”, contou.

A segunda rodada do Luvas de Ouro está confirmada para a próxima sexta-feira (29), novamente no Ginásio Rebouças, na Ponta da Praia, com entrada gratuita.