Banimento de Marco Polo Del Nero é mantido por comitê

A decisão havia sido tomada pelo Comitê de Ética independente da Fifa em abril do ano passado

Comentar
Compartilhar
27 MAI 2019Por Agência Brasil19h05
A decisão foi comunicada hoje (27) ao ex-presidente da CBFFoto: Arquivo/Agência Brasil

O Comitê de Apelação da Federação Internacional de Futebol (Fifa) confirmou a decisão de banir o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Marco Polo Del Nero de atividades relacionadas ao esporte. A punição é vitalícia e inclui a proibição de participar de qualquer atividade administrativa ou esportiva em nível nacional ou internacional.

A decisão de banir Marco Polo Del Nero havia sido tomada pelo Comitê de Ética independente da Fifa em abril do ano passado, sob a acusação de recebimento de propinas para conceder contratos de transmissão e marketing de eventos esportivos como a Copa América, a Taça Libertadores e a Copa do Brasil.

A decisão foi comunicada hoje (27) a Del Nero. Além disso, ele ainda terá que pagar uma multa de 1 milhão de francos suíços (aproximadamente R$ 4 milhões). Outro ex-presidente da CBF, José Maria Marín, também foi banido do futebol em abril deste ano, pelo Comitê de Ética independente da Fifa.

Colunas

Contraponto