Arrependido, Dudu confia em 'ficha limpa' por punição leve no TJD-SP

Durante o segundo jogo da final do Campeonato Paulista, contra o Santos, o jogador se enfureceu ao ser expulso por Guilherme Cereta de Lima

Comentar
Compartilhar
18 MAI 201514h38

No empate sem gols contra o Joinville neste domingo, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o atacante Dudu foi um dos atletas que procurou dar mobilidade ao setor ofensivo do Palmeiras. Em dia de má atuação de toda a equipe, o camisa 7 alviverde correu e brigou com a zaga, apesar de ter demonstrado pouca criatividade e inspiração. O time, no entanto, precisará se acostumar a jogar sem ele, pelo menos por alguns jogos, pois o atleta vai a julgamento Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) às 18 horas (de Brasília) desta segunda-feira, por empurrar e ofender árbitro, e deve ser suspenso.

Durante o segundo jogo da final do Campeonato Paulista, contra o Santos, Dudu se enfureceu ao ser expulso por Guilherme Cereta de Lima. O atacante partiu para cima, empurrou o juiz e, de acordo com o que foi relatado na súmula, também proferiu ofensas como “safado”, “ladrão” e “filho da p...”. No caso do palmeirense, a pena máxima prevista pelo Código Brasileiro de Justiça Desportiva é suspensão por 180 dias, mas ele confia em sua “ficha limpa” de antecedentes para pegar punição mais leve.

“Eu acho que isso a gente deixa para os advogados do Palmeiras. Foi um caso que aconteceu de cabeça quente, quando a gente estava perdendo o jogo, perdendo o título, e eu queria ajudar meu time. Infelizmente aconteceu aquilo, mas eu tenho certeza que, quem for julgar lá amanhã, vai ver que eu nunca fui jogador violento. Acho que tem que punir, vão punir, mas espero que me deixem continuar jogando neste ano”, disse ao Sportv, após o duelo contra o JEC, na Arena Joinville.

O caso de Dudu é semelhante ao do corintiano Petros, que agrediu o árbitro Raphael Claus em 2014, também na Vila Belmiro. O meio-campista inicialmente recebeu a suspensão por seis meses, pena máxima, mas, após recurso alvinegro, viu sua sanção ser drasticamente reduzida para três partidas.

Dudu confia em 'ficha limpa' por punição leve no TJD-SP (Foto: Agência Palmeiras)