Após vandalismo, imagem de Ganso será restaurada no muro do CT

Atualmente no São Paulo, o meia Paulo Henrique Ganso, teve o desenho que o representava no muro do CT Rei Pelé, pichada.

Comentar
Compartilhar
22 JAN 201319h47

A polêmica figura do meia Paulo Henrique Ganso, atualmente no São Paulo, que havia sofrido um ato de vandalismo, no CT Rei Pelé, será restaurada. A diretoria do Santos decidiu, em reunião realizada pelo Comitê de Gestão do Peixe, que o artista plástico Paulo Consentino, responsável pela obra, será convidado a refazer o desenho alusivo a presença de Ganso no muro do local. A medida foi comunicada também ao Conselho Deliberativo, em reunião na noite desta segunda-feira.

A pichação ocorreu no dia 23 de setembro do ano passado, poucos dias após o antigo camisa 10 santista acertar a sua transferência para o Morumbi. Com a transação fechada, dois associados do clube praiano resolveram jogar tinta azul na imagem de Ganso.

O Santos denunciou o ato de vandalismo. Um dos seguranças do CT viu a dupla em ação e anotou a placa do automóvel dos suspeitos.

Vale lembrar que a obra de Consentino, no muro do CT Rei Pelé, foi uma homenagem ao centenário da equipe santista, comemorado no último mês de abril. As figuras dos maiores ídolos do Peixe foram desenhadas no local.

Desenho de Ganso no muro do CT será refeito. (Foto: Arquivo Pessoal)