X

Esportes

Após polêmica em final, Federação confirma VAR no Paulista de 2019

O campeonato terá início no dia 20 de janeiro e se estenderá até o dia 21 de abril

Folhapress

Publicado em 23/10/2018 às 20:40

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O investimento na tecnologia será custeado pela entidade / Reprodução

O Campeonato Paulista de 2019 terá novidades tecnológicas. Em reunião realizada nesta terça-feira (23) na sede da FPF (Federação Paulista de Futebol), ficou definido que a próxima edição da competição terá pela primeira vez o uso do VAR (árbitro assistente de vídeo).

A implantação do árbitro de vídeo no Estadual acontece após a polêmica da decisão deste ano, quando o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza voltou atrás na marcação de um pênalti do corintiano Ralf no palmeirense Dudu, na etapa complementar do segundo jogo da decisão.

O investimento na tecnologia -cujo valor não foi divulgado- será custeado pela entidade.

A competição terá também a gravação da conversa entre a equipe de arbitragem. Porém, será apenas para "aprimoramento interno", segundo a entidade.

O Paulista terá início no dia 20 de janeiro e se estenderá até o dia 21 de abril.

O campeonato terá a mesma fórmula de disputa dos últimos anos. As dezesseis equipes participantes foram divididas em quatro grupos. Os times da mesma chave não se enfrentam na primeira fase.

Os dois primeiros colocados de cada grupo avançam às quartas de final, que serão realizadas em jogos de ida e volta. O mesmo acontece na semifinal e na final.

Os clubes poderão inscrever 26 atletas na lista A.

As equipes também poderão inscrever jogadores formados nas categorias de base, que integrarão a lista B -sem limite de atletas. Porém, apenas cinco jogadores desta lista poderão estar em campo simultaneamente.

O Conselho Técnico do Campeonato Paulista teve representantes de 15 dos 16 clubes da Série A1. O único time que não enviou um representante foi o Palmeiras, que rompeu relações com a FPF desde a segunda partida da final do Estadual, quando o clube perdeu para o Corinthians por 1 a 0.

Na oportunidade, o time alviverde reclamou de interferência externa após o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza voltar atrás na marcação de um pênalti de Ralf em Dudu, no segundo tempo do jogo. O clube entrou com pedidos no TJD de São Paulo e no STJD, mas não obteve sucesso no caso.

Logo após a reunião, foi realizado o sorteio dos grupos.

Na chave A, ficou com Santos, São Caetano, Red Bull e Bragantino.

Já o Grupo B terá Palmeiras, Novorizontino, São Bento e Guarani, enquanto o Grupo C será formado por Corinthians, Bragantino, Ferroviária e Mirassol.

O Grupo D terá São Paulo, Botafogo, Ituano e Oeste.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Mercado Dia faz queima de estoque com descontos de até 90% na Baixada; veja endereços

Em março, a rede anunciou o fechamento de 340 lojas no País. Na Região, o fechamento atingiu mais de 25 unidades

Cotidiano

Trabalhadores portuários protestam em Santos

Inicialmente, a paralisação será de 6 horas, indo das 7h até as 13h.

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter