Oswaldo de Oliveira é demitido após sequência negativa no Peixe

A diretoria santista anunciou por meio de nota oficial a demissão do técnico na tarde desta terça-feira, causando uma reação de surpresa até dentro do clube

Comentar
Compartilhar
02 SET 201416h02

Oswaldo de Oliveira não resistiu a sequência de seis jogos com apenas uma vitória no Campeonato Brasileiro, sendo cinco derrotas seguidas atuando como visitante. A diretoria santista anunciou por meio de nota oficial a demissão do técnico na tarde desta terça-feira, causando uma reação de surpresa até dentro do clube.

“Agradecemos ao treinador pelo seu empenho, seriedade e profissionalismo durante os oito meses em que esteve à frente da equipe e desejamos a ele muito êxito na sua carreira”, disse o presidente Odílio Rodrigues, ao site oficial do Peixe. Oswaldo de Oliveira deixa o alvinegro em 11º lugar, com 23 pontos, e com a vaga às quartas de final da Copa do Brasil bem encaminhada após vencer o Grêmio no primeiro jogo, no Sul, por 2 a 0 (a partida de volta está suspensa pelo STJD em função do caso de racismo).

O treino desta tarde já não será mais comandado por Oswaldo. Marcelo Fernandes e Edinho vão auxiliar o trabalho no CT Rei Pelé. Apesar de nenhum nome ter sido comentado ainda, Pepinho, técnico da base e com prestígio entre os torcedores, pode ser efetivado ao time profissional.

O técnico Oswaldo de Oliveira não comanda mais o Santos (Foto: Divulgação/SFC)

A campanha de Oswaldo no Santos nesta segunda passagem do treinador (trabalhou em 2005) no time de Vila Belmiro conta com 44 jogos, 25 vitórias, 9 empates e 10 derrotas. Conquistou o vice-Paulista este ano, perdendo para o Ituano na final, e esteve próximo à briga pelo G-4, antes de cair na tabela com derrotas para os concorrentes diretos (Fluminense, Inter, Corinthians e Cruzeiro). A reportagem tentou fazer contato com o presidente Odílio Rodrigues e outros membros do Comitê Gestor, mas não obteve resposta.