X

Esportes

Após derrota, Libertadores vira sonho distante para o Santos

Vencedor da partida, o Flamengo ainda mantém chances de alcançar o título

Folhapress

Publicado em 16/11/2018 às 10:20

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Henrique Dourado marcou o gol da vitória / Divulgação/CR Flamengo

O plano do Santos de disputar a Taça Libertadores do próximo ano ficou mais complicado com a derrota, nesta quinta, para o Flamengo por 1 a 0, no Maracanã. E o grande vilão foi Gabigol, que perdeu um gol feito e desperdiçou um pênalti no fim.

Foi o terceiro resultado negativo consecutivo da equipe no Brasileiro. Antes, havia perdido para a Chapecoense, por 1 a 0, e o clássico para o Palmeiras, por 3 a 2.

O clube alvinegro estacionou nos 46 pontos, na nona colocação. A diferença para o Atlético-MG, sexto colocado e na zona de classificação para a pré-Libertadores, é de quatro pontos. As equipes ainda terão um confronto direto, na penúltima rodada.

Vencedor da partida, o Flamengo ainda mantém chances de alcançar o título. Com 63 pontos, o time carioca está a sete do líder Palmeiras, que venceu o Fluminense, anteontem, por 3 a 0.

Na tentativa de retomar o caminho das vitórias, o técnico santista Cuca escalou quatro atacantes contra o rival. Rodrygo, Bruno Henrique, Arthur Gomes e Gabigol formaram o quarteto.

Com a bola rolando, a estratégia do treinador não surtiu efeito. Foram poucas chances num primeiro tempo fraco de ambos os clubes. Pelo lado do Flamengo, vaias puderam ser ouvidas enquanto os jogadores caminhavam em direção aos vestiários do Maracanã.

Na segunda etapa, a partida ganhou mais em emoção. O Santos teve a chance de abrir o placar aos 21min, quando Gabigol, frente a frente com o goleiro César, desperdiçou a oportunidade.

O castigo veio pouco depois, aos 28min, quando o centroavante flamenguista Henrique Dourado completou para o gol cruzamento de Berrío, que havia acabado de entrar e recebeu belo lançamento de Diego, ex-Peixe.

Gabigol ainda teve a chance de se redimir. Bruno Henrique aproveitou bobeira do zagueiro Léo Duarte e tocou a bola para o camisa 10 santista invadir a área e ser derrubado pelo próprio defensor. Na cobrança, o atacante chutou fraco no canto esquerdo, para a fácil defesa do goleiro César.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

Após o Carnaval, casos de covid disparam 83,2% no estado de São Paulo

As novas infecções foram impulsionadas pelas aglomerações recentes, além da circulação de subvariantes da ômicron

LUTA PELA SAÚDE

Cubatão tem Dia D de combate à dengue nesta sexta

Conheça as práticas tomadas pelo município para o combate do mosquito responsável pela transmissão da enfermidade

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter