Dorival Júnior não é mais técnico do Santos; Levir Culpi está na mira

Muito pressionado após três derrotas em quatro jogos no Brasileirão, o treinador foi demitido, neste domingo. O auxiliar-técnico Elano comandará o time interinamente

Comentar
Compartilhar
04 JUN 2017Por Diário do Litoral17h35
Chegou ao fim a segunda passagem do técnico pelo SantosChegou ao fim a segunda passagem do técnico pelo SantosFoto: Divulgaão/Santos FC

Por Alyson Gonçalo e Pedro Henrique Fonseca

Dorival Júnior não é mais técnico do Santos. Muito pressionado após derrota para o Corinthians, ele se reuniu de forma emergencial com o presidente do clube, Modesto Roma Júnior, na tarde deste domingo (04), e foi demitido do cargo. O auxiliar-técnico Elano comandará a equipe interinamente.

O agora ex-treinador do Peixe tinha contrato até o fim do ano e vinha sendo bancado pela diretoria alvinegra. As três derrotas em apenas quatro partidas no Brasileirão, porém, foram decisivas pelo fim da parceria. A cúpula entendeu ainda que Dorival não tinha mais influência sobre o elenco.

Esta foi a segunda passagem do treinador. Em 2010, ele comandou Neymar e Ganso nos títulos da Copa do Brasil e Paulistão. Após briga com o camisa 11, porém, foi demitido. O retorno aconteceu em julho de 2015. Nos últimos meses, garantiu o título do Paulistão e o vice do Brasileirão 2016.

Neste ano, porém, Dorival não conseguiu emplacar uma boa sequência, mesmo com a chegada de novos reforços e alto investimento. Ele foi eliminado precocemente no Paulistão e teve mau início no Brasileiro. Por outro lado, levou o Peixe às oitavas da Libertadores e quartas da Copa do Brasil.

Nesta segunda passagem, foram 74 vitórias, 26 empates e 28 derrotas (aproveitamento de 64,6%). Ele dirigiu o Peixe também em 2010, em 61 partidas, com 37 vitórias, oito empates e 16 derrotas, aproveitamento de 65%. Ao todo, são 111 vitórias, 34 empates e 44 derrotas em 189 partidas.

Levir Culpi na mira

A diretoria do Peixe preferiu não se pronunciar oficialmente sobre a saída do técnico Dorival Júnior, mas já trabalha nos bastidores para acertar com um novo treinador o quanto antes. De acordo com apuração do Diário do Litoral, o principal nome em pauta é o de Levir Culpi, hoje desempregado.

O último clube dirigido por Levir foi o Fluminense. Após alguns tropeços no Brasileirão, ele foi demitido em novembro do ano passado. Com importantes títulos na carreira, como a Copa do Brasil (1996 e 2014) e Sul-Americano (1998), o treinador de 64 anos é visto como favorito a vaga.