Após agressão a árbitro, Dudu pode ser suspenso por 180 dias no Palmeiras

Segundo o procurador do TJD, Antonio Meccia, o caso ainda será analisado e o atacante, indo a julgamento, pode ser incluído no artigo 254-A

Comentar
Compartilhar
04 MAI 201516h17

A expulsão do atacante Dudu na decisão do Campeonato Paulista, no último domingo, pode custar caro ao time do Palmeiras. O jogador corre o risco de ser suspenso por até 180 dias e, praticamente, não atuar no Campeonato Brasileiro.

Segundo o procurador do TJD, Antonio Meccia, o caso ainda será analisado e Dudu, indo a julgamento, pode ser incluído no artigo 254-A, que diz: "Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente". "Primeiro precisa ser feita uma denúncia e ela será examinada. Eu não tive a oportunidade de ver o lance, por isso, não dá para saber exatamente se houve agressão", explicou.

Como no caso de Dudu o ato foi contra o árbitro Guilherme Ceretta, a pena seria baseada no parágrafo 3. "Se a ação for praticada contra árbitros, assistentes ou demais membros de equipe de arbitragem, a pena mínima será de suspensão por cento e oitenta dias".

Se condenado por dias, Dudu terá que cumprir já no Brasileiro, e se pegar 180 dias, só teria condições de voltar aos gramados nas últimas rodadas do campeonato. Entretanto, existe a possibilidade da punição ser em jogos. Assim, a punição seria de quatro a 12 partidas e a pena seria cumprida apenas no estadual do ano que vem.

A suspensão de 180 dias seria o pior cenário possível, mas dificilmente Dudu deve ser condenado. Geralmente, o jogador recebe uma pena pesada, o clube recorre e a punição é revertida para poucos jogos ou multa.

Dudu corre o risco de ser suspenso por até 180 dias (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

No ano passado, por exemplo, o volante Petros, do Corinthians, passou por situação parecida. Ele foi a julgamento por empurrar o árbitro Raphael Claus, coincidentemente, também contra o Santos. No primeiro julgamento, ele pegou 180 dias de gancho, que acabaram sendo revertidos para três partidas apenas.

Em relação a Dudu, o árbitro Guilherme Ceretta relatou na súmula que após a expulsão, o atacante do Palmeiras "desferiu um golpe de forma intencional com seu ante braço atingindo as minhas costas, proferindo as seguintes palavras: 'Você é um safado, sem vergonha, veio aqui roubar a gente, seu f..., mau caráter, ladrão', tendo que ser contido pelos companheiros", relatou.