Ancelotti contesta expulsão de Ibra e projeta estreia de Beckham

Treinador da equipe francesa achou injusto o cartão vermelho recebido pelo atleta sueco e criticou decisão do árbitro italiano, Paolo Tagliavento

Comentar
Compartilhar
13 FEV 201314h31

Após abrir 2 a 0 diante do Valencia, nesta terça-feira, no estádio Mestalla, nas oitavas de final da Liga dos Campeões, o Paris Saint-Germain sofreu um gol de Rami aos 45 minutos do segundo tempo e ainda teve o atacante Ibrahimovic expulso por falta em Guardado. O treinador da equipe francesa, Carlo Ancelotti, achou injusto o cartão vermelho recebido pelo atleta sueco e criticou a decisão do árbitro italiano Paolo Tagliavento.

“Nós sofremos um gol e ainda tivemos um jogador expulso. Não merecíamos isso, pois foi uma falta normal”, disse ao canal Sky Sports. “Acho que foi uma infração normal, nada de especial, por isso fiquei surpreso com o cartão vermelho. Estamos muito desapontados, porque o resto do dia foi muito bom, jogamos bem e estávamos focados na partida. Entretanto, o final do duelo não foi bom para nós”, completou.

Nesta terça-feira, o técnico italiano contou com a estreia do brasileiro Lucas na competição continental. Atuando pelo lado direito, o meio-campista teve participação importante e deu assistência para Pastore anotar o segundo gol da equipe francesa. Para o duelo decisivo, em 6 de março, às 15h45 (de Brasília), no Parc des Princes, a expectativa é de que o inglês David Beckham, que acompanhou o jogo no estádio Mestalla, esteja apto para entrar em campo.

O treinador Carlo Ancelotti não gostou da expulsão do atacante sueco Zlatan Ibrahimovic (Foto: AFP)

“Ele não tem nenhum problema. Ele treinou uma semana separadamente do restante do elenco e começara a trabalhar com seus companheiros nesta quarta-feira. Acredito que não tenha nenhum problema em Beckham jogar. Tenho certeza de que ele nos ajudará a melhorar”, explicou.

Com o resultado obtido em território espanhol, a equipe francesa garante vaga nas quartas de final com uma vitória, empate ou derrota por 1 a 0. Já o time comandado pelo treinador Ernesto Valverde, em situação mais complicada, precisa triunfar por dois gols de diferença ou, no mínimo, 3 a 2. Ibrahimovic, suspenso, não poderá entrar em campo.

“O Valencia é uma boa equipe. Precisamos saber que esta foi apenas a primeira partida. Ainda temos o segundo jogo em casa. Acho que será melhor para nós, mas precisamos prestar atenção”, encerrou Carlo Ancelotti, que conquistou o título da Liga dos Campões pelo Milan em 2002/2003 e 2006/2007.

Ao lado do diretor-esportivo brasileiro Leonardo, David Beckham acompanhou o jogo no estádio Mestalla (Foto: AFP)