X
Esportes

Ana Marcela vence na China e assume a vice liderança do ranking mundial

Foi o 18º título da brasileira, que venceu na batida de mão a italiana Arianna Bridi, com o tempo de 1h37m29s

A tricampeã mundial Ana Marcela Cunha, atleta da Universidade Santa Cecília (Unisanta), confirmou a boa fase e venceu os 10km da penúltima etapa da Copa do Mundo da Fina de Maratonas Aquáticas, disputada na China. Foi o 18º título da brasileira, que venceu na batida de mão a italiana Arianna Bridi, com o tempo de 1h37m29s. Viviane Jungblut, também do Brasil, ficou com o bronze, marcando 1h37m30s.

“Estou bem feliz com mais este resultado. Foi uma prova bastante disputada, em que venci na batida de mão. Esta vitória foi muito importante porque assumi a segunda colocação no ranking, dois pontos a frente da italiana Rachelle Bruni”, contou Ana Marcela que agora soma 84 pontos contra 82 de Bruni. Ariana Bridi segue líder com 104 pontos.

Nesta temporada, Ana Marcela ficou em 12º em Abu Dhabi, quinto em Viedma e Setubal, prata em Lac St Jean e ouro no Lac Megantic e agora em Chun’an. Isso sem contar com as três medalhas conquistadas no Mundial de Budapeste, na Hungria.

A última e decisiva prova da temporada será no dia 21 de outubro em Hong Kong, também no Oriente.

Brasil - Na versão masculina da prova, Allan do Carmo ficou muito próximo da vitória. Ele, inclusive, chegou primeiro do que o húngaro Kristof Rasouszut, mas acabou errando a batida de mão e conquistou a medalha de prata. O ouro ficou com o europeu. Assim como na prova das meninas, um brasileiro obteve o bronze: Fernando Ponte. O gaúcho terminou o percurso em 3º lugar e conquistou uma medalha na Copa do Mundo.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Baixada

PM aborda negro em carro de luxo e aponta arma para ele na balsa entre Santos e Guarujá

O cantor lírico ocupava o banco do motorista de seu carro da marca Jeep, considerada de alto padrão, quando um policial apontou uma arma para o seu rosto e ordenou que ele descesse do automóvel, com as mãos erguidas

Eleições 2022

Moro quer retomar itens do pacote anticrime em reforma do Judiciário

Entre as ideias debatidas, estão o reforço de orientações à Advocacia-Geral da União para evitar recursos excessivos em processos, a criação de uma arbitragem para costurar acordos com devedores de impostos e até mesmo a restrição da Justiça gratuita

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software