Alisson assume faixa de capitão contra a Rússia e diz se espelhar em Cafu

O goleiro vive grande momento na Roma. Titular da posição, já fez 37 jogos nesta temporada, contra apenas 15 que havia feito na última

Comentar
Compartilhar
22 MAR 2018Por Folhapress18h50
O goleiro Alisson, da Roma, ostentará a braçadeira contra a RússiaFoto: MoWa Press

Em seu 18º jogo à frente da seleção, Tite terá o 15º capitão diferente. O goleiro Alisson, da Roma, ostentará a braçadeira contra a Rússia nesta sexta-feira (23), às 13h (de Brasília).

"É uma honra receber esta confiança da comissão, do Tite. Só de falar capitão da seleção brasileira significa muito. Sendo o 15º capitão demonstra a força deste grupo, cada um exercendo a liderança de sua maneira. Se decidirem por apenas um, o escolhido estará preparado", afirmou o jogador.

"Dos capitães, o que mais vi jogar foi o Cafu. Acredito que foi bom para a seleção e o mais lembrado", completou.

Alisson vive grande momento na Roma. Titular da posição, já fez 37 jogos nesta temporada, contra apenas 15 que havia feito na última. Com seu bom desempenho, já tem sido cotado para defender equipes como Liverpool e Real Madrid.

"Realmente estou vivendo um momento muito bom na Roma. Trabalhei muito forte para isso e estava sempre determinado em ser titular. Demorou mais do que esperava, mas aprendi muito. Só tenho de agradecer à comissão da seleção por sempre estar me apoiando", disse o goleiro.

"Ele [Alisson] diz que é uma honra ser capitão. Paralelamente traz uma grande responsabilidade", afirmou Tite.

Tite torce contra neve

A previsão para sexta-feira em Moscou é de neve, com possibilidade acúmulo de até 2,3 cm. Ela deve cair sobre a capital russa durante todo o dia.

Mas isso não é algo que agrade ao treinador da seleção. "Lá no Sul já treinei com neve. Mas de ter jogado na neve não lembro. Vou torcer para que não neve", disse.