Alison volta a ser relacionado no Santos; Zeca e Lucas Lima não jogam

O volante, que foi emprestado para o RB Brasil no Paulistão, será opção contra o Corinthians. O camisa 10 e o lateral, porém, seguem lesionados

Comentar
Compartilhar
02 JUN 2017Por Da Reportagem16h18
Volante voltou a ganhar espaço no time do SantosFoto: Ivan Storti/Santos FC

Após ser emprestado ao RB Brasil durante o Paulistão, o volante Alison volta a ganhar espaço no Santos. Ele é a principal novidade na lista de relacionados para o clássico contra o Corinthians, neste sábado (03), no Itaquerão, em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. 

Em contrapartida, o técnico Dorival Júnior contará com importantes desfalques na equipe. O meia Lucas Lima, ainda se recuperando de um edema na coxa, o lateral Zeca, com dores na perna direita, e o volante Leandro Donizete, com inflamação no joelho, não foram relacionados para o duelo.

O zagueiro Cleber Reis, que foi ausência nos primeiros treinos da semana, está recuperado de uma pancada no joelho e foi relacionado. O jogador ainda era dúvida para a partida por conta de uma possível transferências para o arquirrival São Paulo, mas os negócios não avançaram.

Sendo assim, o Alvinegro Praiano deve ir a campo com: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Renato e Vladimir Hernández; Vitor Bueno, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

Com duas derrotas (Fluminense e Cruzeiro) em três partidas na competição nacional, o Peixe tenta uma vitória para buscar as primeiras colocações na tabela. Hoje, a equipe ocupa a 15ª colocação, com três pontos ganhos – o time alvinegro bateu o Coritiba, na Vila Belmiro, pela segunda rodada.

Confira a lista dos 23 relacionados:

Goleiros: Vanderlei e Vladimir
Laterais: Matheus Ribeiro e Victor Ferraz
Zagueiros: David Braz, Lucas Veríssimo e Cleber
Volantes: Alison, Thiago Maia, Renato e Yuri
Meias: Léo Cittadini, Rafael Longuine, Jean Mota e Vitor Bueno
Atacantes: Arthur Gomes, Bruno Henrique, Copete, Kayke, Ricardo Oliveira, Rodrigão, Vladimir Hernández e Thiago Ribeiro