X
Esportes

Ainda sem vencer fora, Prass garante: 'Podemos alcançar o Corinthians'

Fernando Prass se mostrou confiante sobre tomar a primeira colocação do rival, apesar de demonstrar preocupação com o desempenho longe do Palestra Itália

Após sete rodadas do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras, candidato ao título, já está nove pontos atrás do líder Corinthians. Mesmo sem ter conquistado nenhum ponto fora de casa, o goleiro Fernando Prass se mostrou confiante sobre tomar a primeira colocação do rival, apesar de demonstrar preocupação com o desempenho longe do Palestra Itália.

“Óbvio que dá para alcançar o Corinthians. Até porque a maioria dos clubes tem dois confrontos contra eles ainda, são seis pontos. Estamos na sétima rodada, ainda restam 31. Claro que podemos alcança-los e sermos campeões”, afirmou, antes de mostrar preocupação com o desempenho como visitante.

“A gente começou fora de casa com um aproveitamento muito ruim e isso é péssimo para quem quer ser campeão. A gente sabe que quem luta na parte de baixo da tabela é o contrário, tem que ter um aproveitamento em casa impecável. E ano passado a gente fez isso, tivemos muitas vitórias fora de casa. A preocupação nossa é não nos distanciarmos dos primeiros colocados. O que preocupa é que a gente teve uma troca de comando e estamos trabalhando para chegar no nível que apresentamos no ano passado”, completou o goleiro.

Desde que voltou ao clube, Cuca conseguiu o feito apenas uma vez, mas o triunfo sobre o Internacional, em seguida à vitória sobre o Vasco, foi válido pela Copa do Brasil. Até o momento, são três partidas longe de sua Arena – contra Chapecoense, São Paulo e Coritiba – e três derrotas, todas sem sequer fazer um gol.

O Verdão terá a oportunidade de mudar esse quadro nesta quarta-feira, contra o Santos, o Na Vila Belmiro, às 21h45 (de Brasília), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. A partida marcará a estreia do técnico Levir Culpi no Peixe.

“Tem sempre os dois lados. Os jogadores podem não conhecer muito o Levir, mas ele conhece os atletas do Santos. Tem os dois lados. Mudou o treinador, porque alguma coisa não estava agradando à diretoria. Mas em compensação isso sempre dá uma chacoalhada no ambiente”, concluiu.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Itanhaém

Audiência pública discute propostas sobre zoneamento urbano em Itanhaém

Empresa Geo Brasilis apresentou informações técnicas sobre as características do município

Saúde

Ocupação de leitos de UTI de Covid-19 só aumenta na Baixada Santista

Região ainda não teve um único dia de diminuição de leitos ocupados durante todo o ano de 2022 segundo Seade

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software