Agora maior artilheiro do Barça, Messi nega transferência: "Estou feliz"

A renovação do argentino é prioridade da gestão do presidente Josep Maria Bartomeu. A tendência é que o dono da camisa 10 receba pomposo aumento salarial

Comentar
Compartilhar
17 MAR 201413h12

Os três gols marcados na impiedosa goleada por 7 a 0 sobre o Osasuna no último domingo fazem de Lionel Messi o maior artilheiro da história do Barcelona, mas a contagem não deve parar nos 371 gols. Após a partida, o craque voltou a negar os boatos de uma possível transferência para o Manchester City e revelou desejo de vestir só uma camisa durante toda a carreira.

“A minha intenção é me aposentar no Barça. Estou feliz”, garante o craque argentino, que ainda analisa a fase irregular que a equipe vive na temporada.

“Voltamos a ser o clube que queremos ser e isso não tem nada a ver com as partidas que ganhamos ou não ganhamos. Sei que houve coisas que não estavam bem e tivemos que mudar. O importante é que este grupo ainda pode fazer coisas incríveis”, garante, referindo-se às derrotas para Real Sociedad e Valladolid, sofridas nas últimas cinco rodadas. Os reveses podem custar o título do Campeonato Espanhol, já que o time azul e grená perdeu a liderança e está quatro pontos atrás do rival Real Madrid.

A renovação de Messi é prioridade da gestão do presidente Josep Maria Bartomeu. A tendência é que o dono da camisa 10 receba pomposo aumento salarial. De acordo com o jornal espanhol Marca, os valores podem chegar a 45 milhões de euros por temporada (cerca de R$ 150 milhões).

Dono da bola no Barça, Messi voltou a impressionar o torcedor catalão com hat-trick deste domingo (Foto: Luis Gene/Divulgação)