Programa Brasil Alfabetizado realiza atividade especial com educadoras de Guarujá

Um grupo de 42 pessoas participou de passeio ao Museu do Café no último dia 27

Comentar
Compartilhar
05 DEZ 201316h05

A Prefeitura de Guarujá levou 42 alfabetizadoras, alfabetizandos e coordenadoras do Programa Brasil Alfabetizado para uma visita ao Museu do Café, no último dia 27. A atividade é realizada pela Secretaria de Educação, por meio da Diretoria de Programas Estratégicos. A proposta da atividade é permitir envolvidos no Programa o contato com os assuntos trabalhados em sala de aula, por meio de roteiros que proporcionam a imersão no objeto de estudo, facilitando o aprendizado e garantindo momentos significativos.

Segundo a secretária de Educação do Município, Priscilla Bonini, a iniciativa do Programa é importante “porque visa explorar a vivência de novas experiências, para a construção de conhecimento e desenvolvimento do senso crítico”.

Na capacitação continuada explorando o tema Café, a turma do Brasil Alfabetizado conheceu o lugar que contou a trajetória do produto e ressaltaram sua importância na economia do País, descobrindo as riquezas e transformações ocasionadas pelo cultivo no período colonial.

Os participantes tiveram a oportunidade de analisar as transformações das representações artísticas, na pintura e nas artes em geral, com as obras de Benedito Calixto na Bolsa do Café. Além do Museu, o roteiro da atividade incluiu o passeio no Bondinho pelo Centro Histórico de Santos.

As experiências somam conhecimentos e vivências às educadoras, como afirma a coordenadora de turma, Rosaria Aznar. “As atividades extracurriculares têm enriquecido muito as nossas atividades, sem contar com a motivação que gera em toda à turma”.

Para a alfabetizadora, Valdete Conceição, os conhecimentos adquiridos serão passados em sala de aula. “Só tenho que agradecer o trabalho, carinho e a atenção que a equipe”.

A motivação é fundamental no processo da aprendizagem. “Os alunos que encontram satisfação e interesse nos estudos vão mais facilmente alcançar o êxito”, relata a supervisora pedagógica do Programa, Maria de Lourdes. “Além disso, os fatores motivacionais são capazes de movimentar o ser humano de determinados objetivos, estando intimamente relacionados com o sucesso escolar dos alfabetizandos”, concluiu.

De acordo com a gestora do Brasil Alfabetizado pela Seduc, Régia de Paula da Glória, as atividades extracurriculares têm como principal objetivo estimular a cooperação, a socialização, o respeito, o trabalho em equipe e demais valores e experiências de extrema importância para os nossos alfabetizando e Alfabetizadores.

“Durante todo o Programa visitamos vários pontos turísticos do Guarujá e da Região, para vivenciar diferentes momentos”, explica a gestora. “Preparamos atividades diversificadas que atenderam aos nossos interesses e necessidades”, completa.

Brasil Alfabetizado – Criado pelo Governo Federal, o Brasil Alfabetizado tem como missão erradicar o analfabetismo no Brasil, aumentando a escolarização de jovens e adultos e promovendo o acesso à educação como um direito de todos em qualquer momento da vida.

A Secretaria de Educação é responsável pela capacitação dos alfabetizadores, pela inscrição dos mesmos e pela organização de todo o processo de alfabetização no Município. Os Núcleos estão distribuídos nas unidades de ensino, Organizações Não-Governamentais (ONG) e igrejas. O Brasil Alfabetizado conta hoje com 47 núcleos, 38 alfabetizadoras, oito coordenadoras e 682 alunos na Cidade. O Rotary Club apoia o programa.