Pais de alunos do ensino infantil de Guarujá aprendem a brincar com o Lego

A Seduc está promovendo oficina de treinamento do Programa Lego Zoom com os pais; objetivo é aproximar os pais da vida escolar a partir do Lego

Comentar
Compartilhar
30 OUT 201315h19

Quem pensa que brincadeira é coisa só de criança está enganado. Em Guarujá por exemplo, os pais de estudantes da rede municipal de ensino infantil puderam voltar no tempo para brincar. A Secretaria de Educação, por meio da Diretoria de Educação Infantil iniciou nas unidades uma programação com oficina do Programa Zoom Curricular (Lego Zoom) envolvendo os pais. A aula demonstrativa conta com a parceria da Edacon e visa trazer a comunidade a participar da vida escolar dos filhos.

No total, 30 escolas de ensino infantil municipais participam. Na última quinta-feira (24) foi a vez dos pais dos alunos do Núcleo de Educação Infantil Municipal Pró-Infância Mauro Aprígio de Brito (Rua Josefa Hermínia Caldas, s/º - Jardim Progresso) passarem pelo treinamento. A oficina do Lego Zoom com os papais e mamães continuou na sexta-feira (25) e segue até terça-feira (29).

O secretário-adjunto de Educação de Guarujá, Juarez Mendes de Azevedo, destaca a contribuição da participação dos pais na rotina escolar dos filhos. “O intuito da Seduc é promover a partir do Lego, a interação entre pais, alunos e professores. Nesta etapa, estamos presenteando a educação infantil. Com isso, a criança aprende fazendo, e brincando, a criança aprende também. É a possibilidade de formação de futuros cidadãos”, atestou.

Na oportunidade, os pais começaram o treinamento com a dinâmica de repassar peças grandes do Lego com os pés. Depois, assistiram a um vídeo e já se posicionaram para montar os mais diversos objetos com o material do Lego. Os pais “construíram” uma escola, um hospital e até uma “réplica” da Praça 14 Bis, em Vicente de Carvalho.

Uma das mães participantes que adorou a atividade foi Suzani Correia. “Achei bem legal. Meu filho já possui algumas peças em casa, mas agora a atividade em casa vai ficar bem melhor, com certeza”, disse a estudante de curso de cabeleireiro.

O conferente Daniel de Souza Oliveira também realizou a montagem do Lego ao lado do filho. “Ele (filho) tinha algumas dificuldades, mas hoje está muito melhor. Essa atividade está sendo muito boa para mim e para o meu filho também, com certeza”.

Para a coordenadora de projetos e programas infantis da Seduc, Cátia de Souza e Silva a atividade segue uma das diretrizes do Ministério da Educação. “Esta iniciativa promove, além da parceria entre escola e comunidade, a oportunidade dos pais conhecerem o que é desempenhado dentro da sala de aula com os alunos, com o Lego. Através do lúdico, promovemos o acesso à tecnologia o que ajuda a criança na memorização e em suas habilidades”.

A coordenadora pedagógica do Lego Zoom, Simone Mainardi explica que atua com 21 monitores nas escolas integrantes. “É um trabalho que envolve um dos pilares da educação, que é o de aprender brincando. O nosso foco é trabalhar o desenvolvimento de competência e habilidades da criança para a vida. Sempre trabalhamos com uma qualidade como por exemplo “o ouvir”.

A representante acrescenta a importância da parceria da Lego Zoom com a Secretaria de Educação. “É uma parceria fantástica que possuímos há tempos. A Seduc se preocupa com a qualidade da educação das crianças, o que tem gerado belo resultado, pois tem comprometimento com a educação”.