Neorama estimula a vocação de jovens empreendedores

O Projeto Neorama é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, em parceria com a Fundação Parque Tecnológico de Santos.

Comentar
Compartilhar
21 OUT 201312h34

Incentivar a cultura empreendedora nos ensinos fundamental, médio e superior e garantir um ambiente favorável no futuro profissional dos jovens. Esses são alguns dos objetivos do Projeto Neorama, iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, em parceria com a Fundação Parque Tecnológico de Santos, que reuniu os estudantes participantes em encontro realizado sábado na UniSantos (Campus Dom Idílio).

O evento foi aberto com a presença dos secretários municipais Omar Silva Júnior (Desenvolvimento Econômico e Inovação) e Jossélia Fontoura (Educação); do diretor presidente da Fundação Parque Tecnológico de Santos, Marcos San Marco; do Reitor da UniSantos, Marcos Medina Leite e do gerente de Marketing e Recursos Humanos da MSC, Thiago Lopes. Todos ressaltaram união de esforços do poder público, universidades e empresas privadas na construção de uma mentalidade empreendedora.  

Esta atividade, etapa final do Neorama, separou as categorias por ensino fundamental, médio e superior para realização de processo seletivo que apontará os vencedores

Esta atividade, etapa final do Neorama, separou as categorias por ensino fundamental, médio e superior para realização de processo seletivo que apontará os vencedores. A lista com a divulgação será publicada no site www.incubadora-santos.com.br/neorama até o dia 31 de outubro. O evento tem apoio da MSC e da Embraport. 

Olimpíada de Matemática
Um dos destaques do Neorama foi o processo seletivo voltado para os alunos do 8º ano das unidades municipais da cidade, com a realização da 1ª Olimpíada Municipal de Matemática do Ensino Fundamental de Santos (OMEFS 2013). A iniciativa recebeu elogios do reitor da Unisantos, Marcos Medina Leite. “Parabenizo a Prefeitura em eleger a matemática para estimular o empreendedorismo já no ensino básico e de perceber que é pela educação que vamos crescer e desenvolver tecnológica e economicamente”. 

Para os alunos do ensino médio, a prova final foi o Desafio de Empreendedorismo, um exame aplicado no laboratório de informática da UniSantos. A avaliação foi direcionada ao desenvolvimento do talento empreendedor em jovens do 3º ano das escolas públicas de Santos. Já para os alunos dos cursos superiores, uma banca analisou as apresentações de iniciações científicas e trabalhos de conclusão de curso, com caráter empreendedor. 

Foto - Francisco Arrais