Geladeira estimula a leitura em escola da área continental

Com dezenas de livros, Gelateca será entregue pelo Lions Clube à EMEF Leonor Stoffel na manhã de quarta-feira (3)

Comentar
Compartilhar
02 MAR 2021Por Da Reportagem15h33
A ideia tomou corpo há três anos na EMEI Vila JóqueiA ideia tomou corpo há três anos na EMEI Vila JóqueiFoto: Divulgação/PMSV

Já imaginou uma geladeira abastecida de literatura? Às 10h30 desta quarta-feira (3), a EMEF Leonor Guimarães Alves Stoffel (Rua Oeiras, 1 – Samaritá) ganhará este eletrodoméstico (tão familiar em uma cozinha), mas adaptado para guardar livros e revistas de Histórias em Quadrinhos (HQ).

Concebida pela professora da rede municipal, Regina Morais, a Gelateca “do Leão Sabido” é isso: uma geladeira transformada em biblioteca, com os “produtos” prontinhos para serem devorados. O conceito vai ao encontro à frase do escritor e cartunista Ziraldo, de que “o livro é o alimento da alma”.

A ideia tomou corpo há três anos na EMEI Vila Jóquei, e agora a escola situada na Área Continental vai receber a doação do Lions Clube de São Vicente, clube de servir que promove ações beneméritas na Cidade.

“Foi um trabalho com a união e o envolvimento de muitos companheiros do Lions Clube. Conseguimos uma geladeira sem uso, que teve a estrutura recuperada e foi grafitada”, destaca a pedagoga. A customização ficou por conta do grafiteiro Nill (Nilson Ferreira Junior), que há mais de duas décadas ilustra ambientes urbanos de São Vicente, onde mora há 25 anos.

Para todas as idades

Para matar tanta fome de conhecimento e descongelar ideias por meio da leitura, Regina conseguiu também a doação de centenas de títulos que ficarão disponíveis nas prateleiras da Gelateca. As publicações de diversos gêneros e para todas as idades servirão não apenas aos alunos, mas toda a comunidade escolar. “No freezer, colocaremos os livros para o público mais velho, que alcança a parte de cima. Já o refrigerador, será voltado mais para as crianças”, destacou a idealizadora do projeto, lembrando que a proposta é abastecer cada vez mais o interior da geladeira com livros que podem ser doados na própria unidade. “É uma ação para toda a comunidade”.