GOVERNO SAUDE

Estudantes de 25 escolas municipais retornam às aulas com ar-condicionado em Santos

No total foram instalados 593 aparelhos nas salas de aula e também nas salas administrativas.

Comentar
Compartilhar
19 JAN 2020Por Da Reportagem12h17
A EM Maria Patricia, no Valongo, faz parte do projeto de climatização.Foto: Reprodução/Google

A Adonai Química, terminal de granéis líquidos do Porto de Santos, deve concluir até o final de janeiro a climatização de 25 escolas municipais. A iniciativa foi possível graças à assinatura, em março de 2018, de um Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigadoras ou Compensatórias entre a empresa e a Prefeitura de Santos.

O processo incluiu, além dos aparelhos, toda a infraestrutura elétrica necessária para o funcionamento do sistema de refrigeração. No total foram instalados 593 aparelhos nas salas de aula e também nas salas administrativas das escolas. Foram 268 salas de aula. As obras devem ser concluídas no final de janeiro, conforme previsto.

As escolas beneficiadas são José da Costa e Silva Sobrinho (Alemoa), Noel Gomes Ferreira (Estuário), Judoca Ricardo Sampaio Cardoso (Caruara), Hilda Rabaça (Chico de Paula), Ilha Diana (Ilha Diana), Monte Cabrão (Monte Cabrão), Irmão José Genésio (Morro José Menino), Padre Lúcio Floro (Morro José Menino), Dr. Luiz Lopes (Morro Nova Cintra), Dr. Laurival Rodrigues Morro (Nova Cintra), Cyro de Athayde Carneiro (Morro Nova Cintra), Martins Fontes (Morro Penha), Regina Altman (Morro Progresso), Luiz Carlos Prestes (Santa Maria), Prof. Waldery de Almeida (Santa Maria), Magali Alonso (Morro São Bento), Prof. Therezinha de J. Siqueira Pimentel (Morro São Bento), Maria Helena Roxo (Paquetá), Maria Luiza Simões Ribeiro (Saboó), Maria Patrícia (Valongo), Dr. Nelson de Toledo Piza (Saboó), Irmã Maria Dolores (Vila Nova), Eunice Caldas (Vila Mathias) Gemma Rebello (Vila Nova) e Avelino da Paz Vieira (Vila Nova).