Educação abre hoje inscrições para prova de promoção salarial de professores

Reajuste faz parte da política salarial inédita da Secretaria; prazo vai até 23 de junho e provas estão marcadas para agosto

Comentar
Compartilhar
02 JUN 201411h18

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo abre nesta segunda-feira, dia 2, as inscrições para prova do mérito 2014. Neste ano, as avaliações que definem o reajuste salarial de até 10,5% estão marcadas para 24 e 31 de agosto. Os professores da rede estadual paulista interessados podem fazer a inscrição, até dia 23 de junho, no Portal da Educação.

A referência bibliográfica para os professores que participarão das provas foi publicada na edição de sábado, 31 de maio, do Diário Oficial do Estado e também podem ser conferidas no Portal da Secretaria.

Os exames serão aplicados nos municípios-sede das 91 diretorias regionais de ensino. As avaliações são destinadas a professores, diretores de escola, assistente de diretor, supervisores de ensino e coordenadores pedagógicos efetivos ou estáveis. Desde 2010, o Programa de Valorização pelo Mérito já promoveu 100 mil docentes de todo o Estado.

Podem participar do processo os integrantes do quadro do magistério enquadrados na faixa 1 e 3 que, de acordo com o desempenho na prova, poderão evoluir para outros níveis salariais. Os candidatos devem ter cumprido o intervalo mínimo de três anos no exercício do cargo ou da função, atuar em uma mesma unidade de ensino ou administrativa há pelo menos 876 dias e somar, no mínimo, 1.728 pontos de assiduidade.

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo abre nesta segunda-feira, dia 2, as inscrições para prova do mérito 2014 (Foto: Divulgação)

A partir do ano passado, o Programa foi ampliado também para professores enquadrados na faixa 3 da escala de vencimentos. Antes, a oportunidade contemplava apenas os funcionários da faixa 1 do quadro de salários.

“A promoção por mérito permite que os educadores evoluam na carreira a partir de oito níveis de progressão salarial com intervalos de três anos e aumentos de 10,5% sobre o salário. A prova faz parte de um plano mais amplo que inclui ainda oferta de cursos e bolsas para formação continuada dos professores”, afirma o secretário da Educação, professor Herman Voorwald.

Neste ano, funcionários do quadro de apoio escolar das 5 mil unidades de ensino da rede estadual paulista também passaram a ter a chance de elevar o salário. Ao todo, 13.293 servidores participaram da prova em março e puderam conquistar percentual de aumento salarial de 20% para os agentes de serviços escolares e 35% no caso dos agentes de organização escolar e secretários de escola.