Aulas presenciais nas escolas municipais de Bertioga retornam no dia 10

Para garantir o cuidado com a saúde dos trabalhadores da educação e dos alunos, todas as unidades escolares recebem vistoria da vigilância sanitária

Comentar
Compartilhar
04 MAI 2021Por Da Reportagem20h15
Aulas presenciais estão de volta em BertiogaAulas presenciais estão de volta em BertiogaFoto: Felipe Magalhães/PMB

O inicio gradual das atividades presenciais nas escolas municipais de Bertioga está acontecendo nesta primeira semana de maio. Entre ontem (3) e sexta-feira (7) acontece o retorno dos professores, com conselho de classe e reuniões. Já as aulas retornam no dia 10, com restrições para cada faixa etária. Para garantir o cuidado com a saúde dos trabalhadores da educação e dos alunos, todas as unidades escolares recebem vistoria da vigilância sanitária antes do início das aulas presenciais.

Os alunos do Pré I e II terão aulas de segunda à sexta-feira, sendo quatro horas presenciais com até 20 % da capacidade de ocupação da sala e uma hora on-line. No Ensino Fundamental os encontros presenciais serão de segunda, terça e quarta, com 35% da capacidade, também com quatro horas presenciais e uma on-line. Para o Fundamental, as aulas presencias nas quintas e sextas serão reservadas para os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem.

O EJA (Educação para Jovens e Adultos) retornará com 100% dos alunos, tendo em vista que o número de matriculados permite o retorno total. O acompanhamento dos alunos do AEE (Atendimento Educacional Especializado) será feito em 50 minutos e um único dia da semana.

As aulas no CEE (Centro de Educação Especializado) serão divididas em duas maneiras, na sala com alunos portadores de mobilidade reduzida, o retorno será com 100%, e na sala com alunos portadores de transtorno do espectro autista, 50%.

Nos Neims (Núcleo de Educação Infantil Municipal), ou seja, nas creches, haverá a volta às aulas do Maternal II, com 20% da capacidade. Já o retorno das classes de Berçário I e II e Maternal II, está sendo avaliado pela equipe técnica da secretaria de Educação, devido à adaptação dos bebês e a necessidade de serem acompanhados todos os dias da semana e em período integral. De acordo com o secretário da pasta, a definição deve ser feita na próxima semana e observando a Fase do Plano SP contra a Covid-19.

Cuidados

Pensando na segurança dos alunos e profissionais da educação, o Município investiu na aquisição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), como máscaras – que foram distribuídas aos alunos, professores e profissionais da educação, álcool em gel, e outras medidas necessárias, como a demarcação de todas as salas de aula conforme os protocolos sanitários.

Rede Estadual e Particular

O retorno presencial nas escolas estaduais está permitido. As unidades devem respeitar o limite máximo de 35% de ocupação das salas, além de todos os protocolos sanitários, como uso de máscara fácil e álcool em gel.

Nas escolas particulares e de cursos livres, como de idiomas, profissionalizantes e informática, está mantida a permissão das atividades presenciais, desde que observada à taxa máxima de ocupação de 40% e seguindo todas as medidas sanitárias.