80% dos pais veem piora no desempenho escolar dos filhos, aponta Datafolha

Pesquisa escutou 1.512 eleitores da Capital; 23% dos pais que têm crianças na rede pública disseram que acesso à internet atrapalhou o estudo

Comentar
Compartilhar
27 NOV 2020Por Gazeta de S. Paulo18h00
Segundo o levantamento, 57% dos pais acreditam que as escolas deveriam voltar com as aulas normaisFoto: Moacyr Lopes Júnior/Folhapress

A pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (27) pelo jornal “Folha de S. Paulo” e pela “TV Globo” indica que 81% dos pais em São Paulo veem piora na educação dos filho com a pandemia de Covid-19 no Brasil.

De acordo com o levantamento, três em cada eleitores da capital paulista têm filhos em idade escolar. Desses 24% têm filhos em escolas públicas, 5% em instituições privadas e os demais em ambas.

Dos entrevistados, 81% falaram que o aproveitamento dos filhos piorou; 10% que está igual; 7% que está melhor e; 2% não responderam.

No caso das famílias com filhos na rede pública de ensino, 82% dos pais veem queda no aproveitamento escolar de 2020 em relação aos anos anteriores.

Nas instituições particulares, o índice de famílias que consideram que este ano foi o pior é de 73%.

Dificuldades

De acordo com a pesquisa, 27% dos que consideraram o pior desempenho, se basearam na dificuldade em acompanhar os filhos nas aulas virtuais como principal responsável; 24% consideraram a falta de estrutura das escolas para o ensino pela internet como motivo; 20% apontaram a dificuldade dos alunos para acessar a internet; 14% consideraram a falta de interesse dos alunos e; 12% a falta de preparo dos professores como fator preponderante.

Cerca de 23% dos pais ou responsáveis por crianças da rede pública mencionaram a dificuldade no acesso à internet como responsável pela piora no desempenho escolar. O problema é citado por apenas 2% das famílias que estão na rede particular.

2021

Segundo o levantamento, 57% dos pais acreditam que as escolas deveriam voltar com as aulas normais; 28% são favoráveis a um esquema de ensino que alterne aulas virtuais e presenciais; 14% deseja continuar apenas com aulas pela internet e; 1% não respondeu.

Pesquisa

A pesquisa datafolha tem margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 1.512 eleitores da cidade de São Paulo, do dia 24 a 25 de novembro.