X
Economia

Venda de veículos sobe 14,6% em novembro ante novembro de 2016, diz Anfavea

No acumulado do ano, o mercado subiu 9,8% em relação a igual período do ano anterior e chegou a 2,027 milhões de unidades

No acumulado do ano, o mercado subiu 9,8% em relação a igual período do ano anterior e chegou a 2,027 milhões de unidades / Agência Brasil

A venda de veículos novos no Brasil alcançou 204,2 mil unidades em novembro, alta de 14,6% em comparação com igual mês do ano passado e crescimento de 0,7% sobre o resultado de outubro, informou nesta quarta-feira, 6, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), que representa as montadoras. No acumulado do ano, o mercado subiu 9,8% em relação a igual período do ano anterior e chegou a 2,027 milhões de unidades.

Por segmento, as vendas de automóveis e comerciais leves, juntos, somaram 197,6 mil unidades em novembro, expansão de 13,8% em relação a igual mês de 2016 e de 0,4% ante o volume do mês anterior. Os emplacamentos destes dois segmentos acumulam, de janeiro a novembro, aumento de 10,1% sobre igual intervalo do ano passado, para 1,97 milhão de unidades.

Entre os pesados, foram 5,4 mil caminhões vendidos no penúltimo mês do ano, alta de 44% ante igual mês do ano passado e avanço de 8,8% sobre o resultado de outubro. No acumulado do ano, porém, o segmento ainda acumula retração de 0,5%, para 45,8 mil unidades.

No caso dos ônibus, as montadoras venderam 1 mil unidades em novembro, aumento de 78% sobre o resultado de igual mês do ano passado e avanço de 22,6% em relação a outubro. E há alta leve de 0,4% no acumulado de 2017, para 10,5 mil unidades.

Estoques

Em relação aos estoques, os pátios das montadoras e das concessionárias terminaram novembro com 232,1 mil veículos à espera de um comprador, quantidade suficiente para 34 dias de venda, considerando o ritmo da demanda registrado no mês passado

Um mês antes, o número de veículos estocados era de 234,1 mil, suficiente para 35 dias de vendas, também considerando o ritmo de novembro. Segundo a Anfavea, o ideal é que os estoques sustentem cerca de 30 dias de vendas.

 

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

Taça das Favelas Guarujá abre inscrições

Torneio promete mobilizar mais de mil adolescentes de comunidades da cidade

Cotidiano

Travessias Litorâneas não terão tarifas reajustadas pelo quarto ano consecutivo

Governo de SP mantém investimentos constantes nas travessias, garantindo mais agilidade e confiabilidade

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software