Usado no reajuste de aluguel, IGP-M acumula queda de 1,66% em 12 meses

A deflação da segunda prévia de julho foi puxada pelos preços no atacado, já que o Índice de Preços ao Produtor Amplo teve deflação de 1,14%

Comentar
Compartilhar
19 JUL 2017Por Folhapress20h00
Usado no reajuste de aluguel, IGP-M acumula queda de 1,66% em 12 mesesUsado no reajuste de aluguel, IGP-M acumula queda de 1,66% em 12 mesesFoto: Wilson Dias/Agência Brasil

O IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), usado no reajuste dos contratos de aluguel, registrou deflação (queda de preços) de 0,71% na segunda prévia de julho. A prévia do mês anterior já havia acusado deflação de 0,61%. As informações são da Agência Brasil.

O IGP-M acumula deflações de 2,65% em 2017 e de 1,66% em 12 meses, segundo dados divulgados nesta quarta (19) pela FGV (Fundação Getulio Vargas), no Rio de Janeiro.

A deflação da segunda prévia de julho foi puxada pelos preços no atacado, já que o Índice de Preços ao Produtor Amplo teve deflação de 1,14%. O Índice de Preços ao Consumidor, que analisa o varejo, indicou inflação de 0,04%. Já o Índice Nacional do Custo da Construção registrou inflação de 0,13%.

A segunda prévia do IGP-M é calculada com base em preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência.