Torcedores estrangeiros estão gastando mais do que o esperado em São Paulo

Levantamento da SPTuris, com mais de 2 mil entrevistados, ainda revela que o período de permanência dos turistas na cidade vai de quatro a oito dias

Comentar
Compartilhar
27 JUN 201417h44

O gasto médio do turista que veio acompanhar a Copa do Mundo em São Paulo ultrapassou as expectativas. É o que revela a segunda prévia da Pesquisa de Demanda e Perfil do Torcedor da Copa do Mundo em São Paulo, que está sendo realizada com paulistanos e turistas pelo Observatório do Turismo, núcleo de estudos e pesquisas da São Paulo Turismo (SPTuris), empresa municipal de turismo e eventos vinculada à Secretaria Especial para Assuntos de Turismo da Prefeitura de São Paulo.

De acordo com o levantamento, a previsão de gastos que era de R$ R$ 1,8 mil por turista no período, aumentou para R$ 2,2 mil (brasileiros) e R$ 4,8 mil (estrangeiros). Além disso, os visitantes também estão ficando mais tempo na metrópole paulistana: turistas nacionais permanecem em média 4,4 dias e os internacionais, 8,2 dias.

Outro dado importante revela que a maioria dos turistas viajou em família (39,07%), em média com um filho, ou seja, três pessoas. Viajaram também com amigos (26,59%) em grupos médios de até oito pessoas.

O gasto médio do turista que veio acompanhar a Copa do Mundo em São Paulo ultrapassou as expectativas (Foto: Fernanda Carvalho/Fotos Públicas)

Para o secretário municipal para Assuntos de Turismo e presidente da SPTuris, Wilson Poit, todos esses números comprovam que a cidade está preparada para receber o evento e superou as expectativas. “São Paulo está fazendo bonito e a vontade do turista ficar mais tempo está se refletindo nas pesquisas. Eles estão aproveitando tudo que a cidade oferece como cultura, gastronomia e lazer e ficando mais do que planejavam”, disse. “Esses dados mostram que a estimativa inicial de R$ 700 milhões movimentados com turistas na Copa em São Paulo será superada”, comemorou Poit. A “festa” dos turistas também pode ser medida com outro indicador: 73,1% dos turistas indicaram notas entre 7 e 10 para a cidade de São Paulo.

A pesquisa ainda aponta que, para os visitantes, os diferenciais da cidade são: gastronomia (28,58%) e vida noturna (24,09%). Já os principais atrativos turísticos visitados são: Avenida Paulista (10,96%), Parque do Ibirapuera (7,76%), Museu do Futebol (6,39%) e Mercado Municipal (4,57%).

Sobre os meios de hospedagem, boa parte ainda prefere os hotéis (32,4%) e a segunda opção é a casa de parentes ou amigos (16,63%). Quanto à mobilidade, os principais meios foram: 43 % metrô, 10% carro próprio e 19% ônibus.

O levantamento foi realizado com 2.456 pessoas entre os dias 12 e 22 e junho.