Superávit comercial da Argentina cai 12% em maio

As exportações argentinas recuaram 16% no ano, para US$ 7,12 bilhões, enquanto as importações caíram 17%, para US$ 5,86 bilhões

Comentar
Compartilhar
19 JUN 201418h48

A balança comercial da Argentina registrou um superávit de US$ 1 26 bilhão em maio, 12% abaixo do saldo verificado em igual período de 2013, informou o Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec) na última quinta-feira.

As exportações argentinas recuaram 16% no ano, para US$ 7,12 bilhões, enquanto as importações caíram 17%, para US$ 5,86 bilhões.

Sem poder pegar empréstimos no exterior, o governo da presidente Argentina Kirchner depende de dólares da sua balança comercial para pagar credores e apoiar o peso argentino. No entanto, a inflação de dois dígitos do país e a desaceleração da economia brasileira vêm prejudicando as exportações argentinas.

O superávit comercial da Argentina sofreu redução de 41% entre janeiro e maio, ficando em US$ 2,31 bilhões.

A balança comercial da Argentina registrou um superávit de US$ 1 26 bilhão em maio, 12% abaixo do saldo verificado em igual período de 2013 (Foto: Divulgação)