X
Economia

Inflação na capital paulista fica estável em março, mostra Fipe

Em fevereiro, o indicador registrou queda de 0,42%. No acumulado do primeiro trimestre do ano, o IPC tem alta de 0,05%

A inflação na capital paulista ficou estável em março, segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Em fevereiro, o indicador registrou queda de 0,42%. No acumulado do primeiro trimestre do ano, o IPC tem alta de 0,05%. Nos últimos 12 meses, a variação positiva chega a 2,07%.

Seis dos sete grupos que compõem o IPC tiveram variação positiva, com destaque para os preços relacionados à saúde (0,46%), que foram impulsionados pelo reajuste dos contratos de assistência médica (0,83%). Em seguida, estão os itens relacionados ao vestuário, com variação de 0,35%. O subgrupo roupas femininas teve variação mais expressiva, com alta de 0,66%.

O grupo habitação variou 0,11% em março. A maior parte dos subgrupos ficou relativamente estável. Apenas os serviços de comunicações registraram variação de 0,60%. O item transporte subiu 0,10%, com destaque para o subgrupo que lista despesas com estacionamento, licenciamento, pedágio, seguro de veículo, habilitação e despachante, que teve alta de 0,52%.

As despesas com alimentação e educação variaram 0,04% e 0,02%, respectivamente. Entre os alimentos, os de tipo in natura foram os que tiveram maior elevação de preço (2%). O preço das frutas, por exemplo, subiu 3,95%, com destaque para o mamão (25,07%). Nos artigos relacionados à educação, o preço do material escolar aumentou 0,39%. Por outro lado, o preço dos livros didáticos recuou 1,67%.

O grupo despesas pessoais foi o único que teve variação negativa (-0,79%). O maior recuo ocorreu no subgrupo recreação e cultura (-1,92%).

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Praia Grande recebe quarta edição do Meeting Arq Experience

Evento, que este ano tem entrada social, reúne grande nomes da arquitetura nacional abordando temas como marketing, empreendedorismo, sustentabilidade e inclusão

LEGISLAÇÃO

Em Guarujá, Suman sanciona lei para combater assédio sexual em ônibus

De autoria do vereador Mário Lúcio da Conceição, a texto cria o Programa de Combate ao Assédio Sexual no Transporte Coletivo

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software