Índice que mede otimismo do consumidor sobe 0,5%, diz CNI

Apesar do aumento, destaca a CNI, o indicador permanece abaixo da média de 113,7 pontos registrada nos primeiros cinco meses de 2013

Comentar
Compartilhar
31 OUT 201313h20

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) cresceu 0,5% em outubro na comparação com setembro e atingiu 107,7 pontos, segundo dados divulgados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), nesta quinta-feira, 31 Apesar do aumento, destaca a CNI, o indicador permanece abaixo da média de 113,7 pontos registrada nos primeiros cinco meses de 2013.

O levantamento aponta que, entre setembro e outubro deste ano, a maioria dos componentes do Inec mostrou crescimento. Os brasileiros estão mais otimistas em relação à evolução dos preços e do emprego nos próximos seis meses. O índice de expectativa de inflação aumentou 5,5% de setembro para outubro e o índice de expectativa de desemprego cresceu 1,8% na mesma base de comparação. Pela metodologia da pesquisa, o aumento dos dois indicadores revela melhora do otimismo dos consumidores com relação a esses itens.

Já o índice de expectativa de evolução da própria renda mostrou queda de 0,8%, enquanto o índice de compras de bens de maior valor aumentou 1,0%. A avaliação dos consumidores com relação a situação financeira melhorou, com um crescimento de 0,8% na comparação com setembro. Por outro lado, a avaliação quanto a evolução do endividamento é mais pessimista, com o indicador apresentando recuo de 3,3% em outubro em relação a setembro.

Se comparado com outubro do ano passado, o Inec de outubro deste ano apresenta recuo de 4,9%, com praticamente todos os componentes do indicador - com exceção ao índice de compras de bens de maior valor - mostrando quedas significativas. Destaque para as expectativas mais pessimistas com relação ao desemprego e à inflação, cujos índices registraram queda de, respectivamente, 13,7% e 7,3%. O índice de endividamento também mostrou queda de 8,2% nessa comparação, reflexo da avaliação mais negativa do entrevistado quanto à evolução de sua situação financeira. A pesquisa foi feita entre os dias 17 e 21 de outubro com 2002 pessoas em todo o País.

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) cresceu 0,5% em outubro na comparação com setembro e atingiu 107,7 pontos (Foto: Divulgação)