Guedes define Rubem Novaes no Banco do Brasil

Na Caixa Econômica Federal, o comando deverá ser confirmado nesta quinta (22) para Pedro Guimarães

Comentar
Compartilhar
22 NOV 2018Por Folhapress17h01
Paulo Guedes escolheu o economista Rubem Novaes para presidir o Banco do BrasilPaulo Guedes escolheu o economista Rubem Novaes para presidir o Banco do BrasilFoto: Divulgação/Fotos Públicas

O futuro ministro da Economia Paulo Guedes escolheu o economista Rubem Novaes para presidir o Banco do Brasil. Na Caixa Econômica Federal, o comando deverá ser confirmado nesta quinta (22) para Pedro Guimarães, como antecipou a Folha de S.Paulo.

Ambos os nomes serão submetidos a Jair Bolsonaro, que deverá fazer as indicações que vêm discutindo com ele desde o início da semana.

Novaes é amigo de Guedes desde os tempos em que estudaram na Universidade de Chicago (EUA), berço do liberlaismo econômico. É professor da Fundação Getúlio Vargas e foi diretor do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Chegou a ser cotado para presidir o banco porque não queria deixar o Rio de Janeiro, onde mora.

Para o Banco do Brasil, Guedes queria indicar inicialmente o atual presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, mas sofreu forte resistência da ala política de Bolsonaro que não queria o executivo por ter trabalhado como diretor da estatal na gestão petista.

Novaes defende as privatizações e, à frente do Banco do Brasil, deve promover a venda do braço de investimento da instituição, seguindo a diretriz definida por Guedes de retirar os bancos públicos -BB e Caixa particularmente- de todos os negócios que não forem relacionados a políticas públicas.

Na presidência da Caixa, Guimarães deverá comandar a venda da área de cartões de crédito e de seguros.
Sócio do banco de investimento Brasil Plural, Guimarães possui mais de 20 anos de atuação no mercado financeiro na gestão de ativos e reestruturação de empresas. Doutor em Economia pela Universidade de Rockester (EUA), especializou-se em privatizações.

Veja outros nomes da economia de Bolsonaro já confirmados:

Ministro da Economia
Paulo Guedes
Doutor pela Universidade de Chicago
Economista-chefe do Pactual
Fundador da JGP Investimentos
Fundador da BR Investimentos

Presidente do Banco Central
Roberto Campos Neto
Diretor do Santander
Pós-graduado em economia pela Ucla (Universidade da Califórnia em Los Angeles)
Gerente de carteira da gestora Claritas

Presidente do BNDES
Joaquim Levy
Doutor pela Universidade de Chicago
Diretor financeiro do Banco Mundial
Ministro da Fazenda de Dilma (2015)
Ex-diretor do Bradesco
Secretário do Tesouro de Lula (2003-2006)

Secretário do Tesouro Nacional
Mansueto de Almeida
Cursou Políticas Públicas no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts)
Técnico de planejamento e pesquisa do Ipea
Consultor privado (2014-2016)
Secretário de Acompanhamento Fiscal de Temer, antes de assumir o Tesouro

Presidente da Petrobras
Roberto Castello Branco
Professor da Fundação Getúlio Vargas
Pós-doutorado pela Universidade de Chicago
Diretor do Banco Central
Diretor e economista-chefe da Vale